Teve início, no fim de semana de 29 de fevereiro e 1 de março, o Campeonato Norte de Ralis, com a realização do Rali Serras de Fafe e Felgueiras. Com uma lista de inscritos a rondar os 30 concorrentes, a prova desenrolou-se integrada no Campeonato de Portugal de Ralis.

Dos inscritos contava um piloto trofense a representar a Race Sport. Augusto Costa, em Peugeot 208 VTI, tinha como navegador o experiente Filipe Martins.

A prova teve o seu início na especial noturna na cidade de Fafe, tendo o trofense efetuado o 6ª melhor tempo. No dia seguinte, Sábado a classificativa de S. Quitéria, fica registada como estreia absoluta em pisos de terra para Augusto Costa. “Entrei muito nervoso e fiz toda a especial desconcentrado, cometendo muitos erros que se refletiram no cronometro. Na especial seguinte, Seixoso 2 entramos fortes mas devido a mais um erro meu, ficamos fora de estrada saindo desta situação com a ajuda do público presente“, referiu o piloto.

A equipa do Peugeot 208 da Race Sport viria a abandonar a prova no final da especial da Lameirinha 1, devido a problemas de travões, provocados pela rotura de um tubo de óleo.

“Na Pec Lameirinha 1 entramos mais confiantes mas a 4km do fim ficamos sem travões e terminamos muito devagar, perdendo imenso tempo. No final da pec tentamos reparar o carro mas foi impossível pois com a rotura do tubo, perdemos todo o óleo, terminando assim a nossa prova. Queria agradecer a todos os patrocinadores pois sem eles nada disto era possível. Ao Joaquim Maia, Tiago Martins, Daniel Silva. À nossa equipa de assistência JRP pelo excelente trabalho e por último ao meu navegador emprestado Filipe Martins pelo empenho e todo o incentivo ao longo da prova. Muito obrigado. Vamos tentar ir a Vieira do Minho daqui a 15 dias. Um muito obrigado também à minha família por todo o apoio”, explicou.