Pelo segundo ano consecutivo, a zona envolvente da estação da CP acolhe mais uma edição da ExpoTrofa. Certame potencia artesanato, indústria e comércio trofenses até domingo, 14 de julho.

A zona envolvente à nova estação da CP volta a ser palco de mais uma edição da ExpoTrofa. A abertura do certame decorreu na tarde de sábado, em que, ao som dos tambores da Fanfarra do Centro Nacional de Escutas do Agrupamento de Escuteiros 94 de S. Martinho de Bougado, a Câmara Municipal da Trofa e elementos da comissão de festas de Nossa Senhora das Dores visitaram todos os stands, agradecendo-lhes a sua presença.

As novidades da edição 2013 deste certame, que conta com a presença de “centenas de empresas, 15 artesãos, 28 associações e 12 tasquinhas”, são o quartel aberto dos Bombeiros Voluntários da Trofa, que terão um piquete a responder às solicitações da população a partir do recinto do certame, e o posto de primeiros socorros da Cruz Vermelha Portuguesa, através das delegações da Trofa e Vila do Conde.

A presidente da autarquia trofense, Joana Lima, referiu que como o ano passado o “sucesso foi alcançado”, quer em “número de visitantes como nos expositores, que se sentiram muito bem neste espaço”, decidiu manter o mesmo local, apostando “na qualidade de vida dos trofenses e das empresas”, dando-lhes as “melhores condições” para continuarem ligados a este projeto. Uma decisão que “agradou a todos os expositores” que, durante a visita, afirmaram que “ainda bem” que a Câmara “continua a apostar neste local”. “Este local vai acolher a ExpoTrofa até que consigamos um parque de exposições”, acrescentou.

“Atendendo ao calor”, a edil trofense acredita que “muita gente” vai visitar o certame, que é uma “mostra muito importante para o tecido empresarial”. Joana Lima apela “a todos os trofenses” para que “visitem e jantem” pela ExpoTrofa, de forma a conhecerem o “que há de bom no concelho”, desde o artesanato, associações, lojas e empresas. A organização aproveita este momento para trazer “outras empresas de fora do concelho”, para dar “cada vez mais expressão” ao certame.

Pelo segundo ano consecutivo, Joana Garrido, da Entidade Regional do Turismo do Porto e Norte de Portugal, visitou a ExpoTrofa, que para si é “digna de visita”, revelando que há “uma evolução”, verificando que esta é uma feira “muito bem organizada”.

Dada a situação económico-financeira do País, Joana Garrido considera “fundamental” a realização deste certame, que além do “apoio que dá às associações, que têm com certeza muitas dificuldades”, dinamiza o comércio local, que “precisa de um impulso para se promover e conseguir captar a oferta”. “(As pessoas) podem contactar com as empresas do comércio local e com as empresas da região, por isso é um meio muito importante para promover, dar a conhecer e também para que as pessoas possam comprar alguma coisa”, concluiu.

A ExpoTrofa decorre até domingo, 14 de julho, dia em que a animação está a cargo do Município da Trofa.