Select Page

Alvarelhos recebeu prova nacional de powerlifting

Alvarelhos recebeu prova nacional de powerlifting


Vinte e oito atletas oriundos de todos o país participaram no Campeonato Nacional de Powerlifting. Depois de várias horas a treinar para serem os melhores, os participantes concentraram-se na Academia Corpos, em Alvare-lhos, numa prova que decorreu no sábado (29 de novembro).

Foi na Trofa que um grupo de praticantes de Powerlifting, modalidade de peso que cruza os exercícios de halterofilismo e culturismo e é composta por três provas (agachamento, supino e levantamento terra), disputou o título do melhor atleta da época 2014.
No Confronto de Titans, a decisão é baseada numa fórmula matemática, através do total de pontos conseguidos por cada atleta. Neste caso, Sandro Eusébio, proprietário da academia e presidente da WPC (World Powerlifting Congress) Portugal, explicou que nesta prova apenas o supino e o peso morto foram disputados, por ser tratarem de “modalidades singulares”. O agachamento é o único “que não é modalidade singular”.
Sem categorias de peso e escalões etários, dos 28 atletas destacam-se as duas únicas mulheres que participaram, competindo entre elas. Como campeão absoluto sagrou-se Filipe Lavandeira, atleta da Academia Corpos. De salientar ainda que o atleta Josué Oliveira bateu o recorde do mundo de agachamento na categoria até 75kg júnior.
Questionado sobre a dificuldade da competição, Sandro Eusébio, também atleta, salienta que a modalidade “implica um treino muito específico”. “As pessoas hoje em dia pensam que o powerlifting é um capricho e não um desporto. Não, é um desporto extremamente sério, extremamente violento, nós não temos seguro sequer. Vamos lá fora competir e temos que assinar um termo de responsabilidade; lesão grave ou morte ninguém se responsabiliza”, referiu.
Sem apoios financeiros de nenhuma entidade, o presidente da WPC Portugal destaca o facto de ser tudo “por conta deles”. Quanto à ajuda, Sandro pensa que “depende da autarquia”. “Cá em cima” não há apoios, mas “eles lá em baixo têm tudo pago”, realçou.
Este ano, o Campeonato do Mundo 2015 é em Portugal. O líder do powerlifting que ganhou a organização para o próximo ano, na República Checa, adiantou ainda que o local escolhido será a “Maia” ou Vila do Conde”.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª página da edição papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização