Grupo Cultural e Recreativo de Alvarelhos tem desde Outubro modalidade de setas. Equipa já participa em campeonatos nacionais.

O Grupo Cultural e Recreativo de Alvarelhos ocupa actualmente o 4º lugar da 2ª divisão nacional do campeonato de setas. A modalidade é recente na colectividade, mas reúne já mais de duas dezenas de praticantes. Em dia de jogo com o Estrela, uma equipa de Ermesinde, o NT foi à sede do grupo conhecer melhor a modalidade e a equipa, composta por seis elementos, um dos quais obrigatoriamente feminino.

As eliminatórias do campeonato são disputadas a duas mãos entre seis equipas. O primeiro e o segundo lugares ficam apurados para jogar com os vencedores das diferentes regiões do país.

Para além disso, o Alvarelhos está também apurado para as meias-finais da Taça de Portugal, sendo a única equipa da 2ª divisão em competição. Os jogos de apuramento para a final decorrem em Março e Abril.

Nilton Maia, responsável do grupo, explicou como surgiu a modalidade no clube: “Começaram em Outubro quase sem treinos, depois de três jogadores terem lançado o desafio à associação”. Agora há treinos marcados duas vezes por semana e os jogos têm lugar à terça-feira.

O responsável considera que a época tem corrido razoavelmente com “jogos melhores e outros piores”. “Para um primeiro ano é muito bom”, completou.

João Lomba foi um dos impulsionadores da modalidade, é o capitão da equipa e garante que o mais importante “é a concentração” e, “como é lógico, muito treino”. “Atirar setas qualquer um atira, mas concentrar-se é mais difícil, sobretudo quando jogamos contra outros jogadores mais experientes”, reiterou.

Para além das setas, do futsal e do atletismo, os responsáveis do Grupo Cultural e Recreativo de Alvarelhos gostariam de ver implementado o andebol.