O dia de Ano Novo não começou da melhor forma para um automobilista que foi colhido por um automóvel na Rua D. Pedro V na Trofa. O alerta soou no quartel dos Bombeiros às 17,22 horas de quinta-feira, dia 1 de Janeiro.

Segundo uma testemunha ouvida pelo NT a vítima estaria a meter a chave na porta do carro para entrar na viatura quando foi colhido por uma viatura de marca BMW, que circulava no sentido Trofa/Porto. O homem foi colhido pela viatura e projectado contra um Opel Vectra que se encontrava estacionado alguns metros à frente e sofreu traumatismo crânio encefálico moderado na região frontal, traumatismo torácico e fracturas na tíbia e perónio do membro inferior direito. De acordo com fonte do comendo dos Bombeiros Voluntários da Trofa, os primeiros a chegar ao local

“procedeu-se à imobilização da vítima em plano duro bem como imobilização do membro traumatizado”.O homem foi encaminhado para o Centro Hospitalar do Médio Ave, Unidade de Famalicão com acompanhamento do médico da VMER de Guimarães, tendo sido transportado pelos Bombeiros Voluntários da Trofa.

No local estiveram duas viaturas dos Bombeiros da Trofa com cinco homens, a SIV do Centro Hospitalar do Médio Ave e a Guarda Nacional Republicana da Trofa.

A chuva intensa que caia na altura e a reduzida visibilidade poderão estar na origem deste acidente.

Já no dia quatro de Janeiro os Bombeiros Voluntários da Trofa foram chamados a prestar socorro a uma vítima de atropelamento. Tudo aconteceu cerca das 22,25 horas na Rua das Industrias quando a vítima foi atropelada por uma viatura, tendo sido transportada pelos Bombeiros Voluntários da Trofa para o Centro Hospitalar do Médio Ave de Santo Tirso, com ferimentos ligeiros.

 

Violência doméstica provocou um ferido

 

Os soldados da paz da corporação da Trofa foram também chamados para proceder ao transporte de um homem, alegadamente envolvido numa agressão na Rua de S.Martinho, na Trofa, no dia dois de Janeiro cerca das 21,17 horas. Os Bombeiros Voluntários à chegada ao local e devido à falta de segurança aguardaram pela chegada da Guarda Nacional Republicana para entrada no edifício onde se encontrava o ferido, que acabou por ser transportado pelos Bombeiros para a unidade de Santo Tirso do Centro Hospitalar do médio Ave, com acompanhamento da GNR da Trofa.