Está marcado para o dia 17 de agosto a 2ª etapa da Volta a Portugal, que liga Oliveira do Bairro à Trofa.

No dia 15 de agosto começa mais uma edição da Volta a Portugal em Bicicleta. A prova rainha do ciclismo nacional inicia no feriado religioso num prólogo em Castelo Branco e percorre vários locais do País, inclusive a Trofa. Depois da primeira etapa, a maior com 200,8 quilómetros, que liga as Terras de Monfortinho a Oliveira do Hospital, a “caravana” da Volta tem pela frente uma etapa de 190 quilómetros que inicia em Oliveira do Bairro e termina na Trofa, no dia 17 de agosto (sexta-feira). A meta estará na zona envolvente à estação da CP, que o ano passado foi local de partida da 1ª etapa da competição. 

A etapa é composta por três metas volantes, em Águeda, em Lordelo, Paredes e em território trofense, na freguesia de S. Romão do Coronado. Depois de passar na Agrela, Água Longa e Santo Tirso, a “caravana” da Volta segue em direção à Camposa e depois do cruzamento entra em S. Romão do Coronado, virando à direita, na bomba de gasolina, em direção a Covelas.

Na rotunda de Querelêdo, os ciclistas seguem para S. Martinho de Bougado, saindo junto ao Parque Dr. Lima Carneiro. Aí, viram à direita em direção a Santo Tirso, voltando a Água Longa e repetindo o trajeto pelo território trofense, terminando junto à estação da CP. Pelas características da etapa, a direção da prova acredita que poderá acontecer a primeira discussão ao sprint.

Ao quilómetro 176,3, os participantes têm ainda pela frente um prémio de montanha, em Guimarei, numa etapa que tem passagem por Santo Tirso e não chegada, ao contrário do que tem acontecido nas edições anteriores. Ao chegar à Trofa em plena romaria de Senhora das Dores, a Volta a Portugal dará ainda mais visibilidade ao concelho, que espera a visita de milhares de turistas por essa altura. 

Recorde-se que a Trofa tem, pela primeira vez, a meta de uma etapa desta competição e é uma das novidades da corrida, assim como a chegada ao Sabugal. Vila Nova de Cerveira e Armamar também são estreantes, mas a servirem de partida.

Daniel Silva, ciclista trofense, é um dos atletas escalonados pela Onda para participar na Volta a Portugal. O “trepador”, que foi 10º classificado na geral, em 2011, tem-se destacado na modalidade e pode surpreender nesta edição da Volta. A Onda é uma das quatro equipas portuguesas (as outras são Carmin-Prio, Efapel-Glassdrive e LA Alumínios-Antarte) inscritas na competição, para além da seleção nacional. Participam também 12 equipas internacionais.

{fcomment}