quant
Fique ligado

Noticias

Vodafone com problemas nas comunicações

Publicado

em

A empresa explica que na segunda-feira foi alvo de um “ciberataque deliberado e malicioso” com o objetivo de causar danos e perturbações.

“Assim que foi detetado o primeiro sinal de um problema na rede, a Vodafone agiu de forma imediata para identificar e conter os efeitos e repor os serviços. Esta situação está a afetar a prestação de serviços baseados em redes de dados, nomeadamente rede 4G/5G, serviços fixos de voz, televisão, SMS e serviços de atendimento voz/digital”, confirma operadora.

Na mesma nota, a Vodafona explica que já foram recuperados os serviços de voz móvel e que os serviços de dados móveis “estão disponíveis exclusivamente na rede 3G em quase todo o país”.

No entanto, acrescentam, dada “a dimensão e gravidade do ato criminoso a que fomos sujeitos implica para todos os demais serviços um cuidadoso e prolongado trabalho de recuperação que envolve múltiplas equipas nacionais, internacionais e parceiros externos. Essa recuperação irá acontecer progressivamente ao longo desta terça feira”.

A empresa diz não ter “a esta data quaisquer indícios de que os dados de clientes tenham sido acedidos e/ou comprometidos”.

“Temos na Vodafone Portugal e no Grupo uma equipa experiente de profissionais de cibersegurança que, em conjunto com as autoridades competentes, está a realizar uma investigação aprofundada para perceber e ultrapassar a situação”, acrescenta ainda a empresa.

A Vodafone Portugal registou, na segunda-feira à noite, problemas técnicos, com os clientes a não conseguirem ter acesso aos serviços de telefone e rede de Internet, segundo o portal que controla os problemas e falhas de serviços ‘online’, Downdetector.

Publicidade

Os problemas estão a ser sentidos sensivelmente desde as 21:00, constatou a agência Lusa.

O portal Downdetector registou o pico de notificações (7727) pelas 22:05, sendo Lisboa, Porto, Vila Nova de Gaia, Amadora, Coimbra, Braga, Rio Tinto, Santo Tirso, Maia os locais com mais problemas registados.

Continuar a ler...
Publicidade

Edição 766

Anúncio do ministro sobre concurso para nove ponte “é plano de intenções”, diz PCP

A comissão concelhia do PCP da Trofa emitiu um comunicado a propósito do anúncio do ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos, para o lançamento do concurso, até final do ano, para a construção da nova ponte sobre o Rio Ave.

Publicado

em

Por

A propósito do anúncio do ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos, para o lançamento do concurso, até final do ano, para a construção da nova ponte sobre o Rio Ave, a comissão concelhia do PCP da Trofa emitiu um comunicado referindo que tal informação do governante não passa de “boas intenções”, uma vez que “no quadro da discussão do Orçamento do Estado, este não contempla nenhuma verba para a execução da obra”.
“O ministro anunciou a construção de uma nova ponte sobre o rio Ave que ligará Trofa a Famalicão, estando prevista a conclusão da mesma no início de 2025. Sendo já conhecidos os problemas de trânsito na atual ponte da EN14, a sua construção só peca por atraso, sendo sempre adiada pelos sucessivos governos PS/PSD/CDS”, acrescentam os comunistas, que garantem “continuar na defesa da melhoria das acessibilidades bem como o cumprimento dos compromissos assumidos”.
No mesmo comunicado, o PCP recorda que a nova ponte é, “a par do metro”, uma “infraestrutura que os trofenses conhecem meramente no papel”.
Pedro Nuno Santos anunciou que a nova ponte sobre o Rio Ave, inserida no projeto da variante à EN14, deverá estar concluída em 2025. O ministro respondia a uma interpelação do deputado famalicense Eduardo Oliveira, do PS, acrescentando que o investimento ronda os 50 milhões de euros, fundos que virão do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

Continuar a ler...

Edição 766

Banco Alimentar com campanha de recolha este fim de semana

Este fim de semana, o Banco Alimentar Contra a Fome leva a efeito mais uma campanha de recolha de bens nos supermercados de todo o país.

Publicado

em

Por

De forma a reforçar as reservas de alimentos para quem mais necessita, nos dias 28 e 29 de maio, o Banco Alimentar Contra a Fome leva a efeito mais uma campanha de recolha de bens nos supermercados de todo o país. Na Trofa não será exceção, pelo que voluntários estarão nos estabelecimentos a pedir uma contribuição da população.

Tiago Jesus

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também