quant
Fique ligado

Covid-19

Vários colaboradores da Preh infectados com Covid-19 – 40 estão em quarentena

Publicado

em

São vários os colaboradores da PREH Portugal, na Trofa, infetados com Covid-19.
A informação foi confirmada ao jornal O Notícias da Trofa (NT) por António Lima, um dos gerentes da empresa, que afirma que “são 10 a 12 casos, de colaboradores do 1.º turno, quase todos da mesma linha de montagem”. Para além destes trabalhadores infetados, há cerca de 40 que estão em isolamento profilático em casa, por “terem estado em contacto direto com colegas infetados e que estão a ser acompanhados pela delegação de saúde, que está em contacto permanente com a área médica da empresa”.

Apesar da empresa confirmar apenas 10 a 12 casos, vários colaboradores da empresa relataram ao NT que são entre 15 a 17 os infetados.

Segundo o gestor, a PREH tem em prática todas as medidas de segurança e prevenção. “São praticamente as mesmas que já estão em vigor desde o início do ano”, nomeadamente que os trabalhadores do turno que vai iniciar cada período só entram nas instalações após a saída dos colegas do turno anterior, todos os trabalhadores, ao entrar na empresa, têm de dar a conhecer a temperatura corporal, entre outras.

Nos últimos dias, os trabalhadores “para além de usarem sempre viseira, passaram também a usar obrigatoriamente máscara”.

Segundo António Lima, a PREH está a trabalhar em sintonia com a delegação de saúde, com quem teve uma reunião na passada sexta-feira, estando a “cumprir todas as recomendações dadas”. “A empresa está a trabalhar dentro da normalidade possível, face à situação”, afirmou.

A PREH Portugal emprega cerca de 1200 colaboradores, oriundos da Trofa e concelhos limítrofes, produzindo componentes automóveis para grupos alemães.

Publicidade



Continuar a ler...
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Covid-19

Índice de transmissão COVID-19 volta a subir para os 1,06 em Portugal

Apesar desse aumento, a média de novos contágios diários continua a ser uma das mais baixas registadas ao longo deste ano.

Publicado

em

Por

Segundo o relatório semanal do INSA sobre a evolução da covid-19, o Rt – que estima o número de casos secundários de infeção resultantes de cada pessoa portadora do vírus — aumentou ligeiramente de 1,02 para 1,06 a nível nacional.

De acordo com o documento, as sete regiões do país estão agora com um Rt superior a 1, sendo mais elevado na Madeira (1,40), seguindo-se os Açores (1,31), o Algarve (1,11), Lisboa e Vale do Tejo (1,08), o Norte (1,06), o Alentejo (1,04) e o Centro (1,01).

O Alentejo foi a única região que manteve o valor do Rt em relação à semana anterior, tendo as restantes seis regiões registado um aumento do valor médio deste indicador.

O INSA refere ainda que o número médio de casos diários a cinco dias também sofreu um aumento, passando dos 2.642 para os 2.952 a nível nacional, sendo ligeiramente mais baixo no continente (2.784).

Apesar desse aumento, a média de novos contágios diários continua a ser uma das mais baixas registadas ao longo deste ano.

A mais elevada ocorreu no final de janeiro, altura em que chegaram a ser notificados 49.795 casos na média a cinco dias.

“No comparativo europeu, Portugal apresenta a taxa de notificação acumulada de 14 dias entre 240 a 479.9 casos por 100.000 habitantes e um Rt superior a 1, ou seja, uma taxa de notificação elevada e com tendência crescente”, adianta o instituto.

Publicidade

O INSA estima que, desde 02 de março de 2020, quando foram notificados os primeiros casos, até 23 de setembro, Portugal tenha registado um total de 5.483.226 infeções pelo vírus que provoca a covid-19.

Continuar a ler...

Covid-19

Campanha de vacinação da covid-19 e da gripe arranca na quarta-feira

Publicado

em

Por

A campanha de vacinação do outono-inverno contra a covid-19 e a gripe vai ser iniciada na próxima quarta-feira, com o objetivo principal de proteger as pessoas mais vulneráveis, anunciou hoje a diretora-geral da Saúde.

“No âmbito das linhas orientadoras para a covid-19 e outras infeções por vírus respiratórios no outono-inverno de 2022-2023, inicia-se no próximo dia 07 a campanha de vacinação sazonal que decorrerá, tal como no ano passado, simultaneamente para a covid-19 e para a gripe”, adiantou Graça Freitas em conferência de imprensa.

Segundo disse, os principais objetivos para as próximas estações de outono e inverno passa por proteger a população mais vulnerável, prevenindo a doença grave, a hospitalização e a morte por covid-19 e por gripe, e mitigando o impacto dessas doenças nos serviços de saúde.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);