Um golo solitário do avançado colombiano Viafara, na fase final do encontro, permitiu hoje ao Trofense vencer o Farense, por 1-0, em partida da 20.ª jornada da II Liga portuguesa de futebol.

A equipa da Trofa, que averbou o segundo triunfo consecutivo, ganhou fôlego na fuga aos últimos lugares da classificação e colocou um ponto final à série invencível de 12 jogos que os algarvios somavam há mais de dois meses.

A expulsão do jogador do Farense Rambé, aos 53 minutos, por acumulação de amarelos, acabou por ser decisiva, pois permitiu aos nortenhos construírem um ascendente na segunda parte, materializado com o tento da vitória, aos 88 minutos.

Durante a etapa inicial, período em que as duas equipas jogaram em igualdade numérica o equilíbrio prevaleceu, com a turma de Faro mais insistente nas movimentações ofensivas e os locais a responderem em contra-ataque.

Ainda assim, foram parcas as situações de golo, registando-se apenas os cabeceamentos de Viafara (11) e Preciado (18), para o Trofense, e um remate de Rambé (26), para o Farense.

Precisamente o avançado dos algarvios acabaria por ser figura negativa da sua equipa, ao ver, já no arranque da etapa complementar, o segundo amarelo, por uma falta displicente.

Dispondo da vantagem numérica, o Trofense cresceu e impôs-se como a equipa mais afoita na procura do golo. João Jesus e Hélder Sousa, na mesma jogada, fizeram brilhar o guarda-redes Ivo, que ajudava a manter a coesão defensiva do Farense.

Mas, quando o nulo parecia prevalecer, a equipa da Trofa esboçou uma investida letal. Mateus Fonseca arrancou um cruzamento perfeito e Viafara, com um grande cabeceamento, “selou” o triunfo da equipa, já não dando hipótese para que os algarvios reagissem.

C/Lusa