Foto arquivo

Um golo de João Dias deu hoje ao Trofense uma importante vitória por 1-0 no terreno do Belenenses, em jogo da 25.ª jornada, que lhe permite alcançar a liderança provisória da Liga de Honra de futebol.

O tento do lateral direito, aos 59 minutos, com “ajuda” do guarda-redes Semmler, coloca o Trofense no primeiro lugar, com 44 pontos, mais dois que Oliveirense e Feirense, que apenas jogam no domingo, enquanto o Belenenses começa a ver a “linha de água” cada vez mais próxima.

O Belenenses até entrou melhor no jogo, dispondo de boa ocasião para marcar, por Abel Camará, mas com o passar do tempo, começou a ter dificuldades na saída de bola, muito por culpa do posicionamento de Miguel Rosa, que esteve sempre muito encostado às linhas.

Sem o médio na zona central, o Belenenses não conseguia criar jogo e acabava por perder profundidade nas alas, o que facilitava a tarefa dos visitantes, que juntavam as linhas e conseguiam anular as ténues investidas “azuis”.

 

Sem grandes motivos de interesse, o jogo foi se arrastando até ao intervalo, altura em que José Mota resolveu alterar a estrutura da equipa, com a mudança de Miguel Rosa para o centro, atrás dos avançados Calé e Abel Camará.

No entanto, a toada do jogo mantinha-se inalterada, com ausência quase total de oportunidades de golo, até que Semmler mediu mal um cruzamento de João Dias e permitiu o golo dos visitantes.

O golo da formação da Trofa foi mesmo o único motivo de interesse do segundo tempo, já que permitiu aos visitantes controlar o jogo sem sobressaltos, pois o Belenenses não tinha ideias para chegar à área adversária.

José Mota arriscou tudo para chegar à igualdade e nos minutos finais quase era premiado, mas o “guardião” Marco segurou a vantagem do Trofense, ao defender um remate de Victor Silva.

Jogo realizado no Estádio do Restelo, em Lisboa.

Belenenses – Trofense, 0-1.

Ao intervalo: 0-0.

Marcadores:

0-1, João Dias, 59 minutos.

Equipas:

– Belenenses: Semmler, Duarte Machado (Élton Souza, 70), Baggio, Luiz Alberto, Tiago Gomes, Victor Silva, Calé, Celestino (Luis Carlos, 78), Sidnei, Miguel Rosa e Abel Camará (Rui Varela, 60).

(Suplentes: Nené, André Almeida, Rui Varela, Luis Carlos, Diego Lima, Célio Santos e Élton Souza).

– Trofense: Marco, João Dias, Pedro Ribeiro, Varela, Igor, Tiago, Moreilandia, Serginho (Zé Manel, 66), Licá (Reguila, 83), Nildo e Bahin (Gégé, 70).

(Suplentes: Janota, Caicó, Reguila, Zé Manel, Gégé, Chico e Ricardo Nunes).

Árbitro: Pedro Proença (Lisboa).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Igor (13), Serginho (33), Sidnei (42), Victor Silva (80) e Calé (84).

Assistência: cerca de 800 espetadores.