A Oliveirense venceu este domingo o Trofense por 5-0, em jogo da 18ª jornada da Liga de Honra, no Estádio Carlos Osório, em Oliveira de Azeméis, com um bis do ex-portista Adriano.

Apesar do resultado final, o Trofense teve uma entrada acutilante no jogo, pressionando a Oliveirense e desenvolvendo jogadas de perigo, que acabaram por não surtir efeito.

A equipa de Pedro Miguel foi mais eficaz e chegou ao golo por intermédio de Adriano, aos oito minutos, que deu o melhor seguimento a um passe para as costas da defesa contrária.

No entanto, o avançado brasileiro encontrava-se em posição irregular, não assinalada pelo auxiliar do árbitro Hugo Miguel.

A perder, o Trofense acentuou a pressão e criou duas oportunidades que poderiam ter dado o empate. Primeiro, Reguila (28), e depois Santos (32), cabecearam com perigo, mas a bola saiu ao lado da baliza de Bruno Vale.

A Oliveirense aumentaria a vantagem aos 43 minutos. Após a marcação de um livre em zona frontal à baliza do Trofense, o guarda-redes Trigueira saiu em falso e Zé Pedro aproveitou para fazer o segundo golo num cabeceamento certeiro.

Na segunda parte a apatia foi generalizada, com as equipas a produzirem pouco a nível ofensivo. Esteve melhor a Oliveirense, que enviou uma bola à barra por Oliveira (71) e sentenciou o jogo com o terceiro golo (74).

Na sequência de um livre apontado por Bruno Sousa, Adriano rematou à entrada da área para uma grande defesa de Trigueira. A defesa do Trofense tardou em tirar a bola da sua área, que sobrou para Banjai, rematando colocado e sem hipóteses para Trigueira.

Perto do fim, aos 84 minutos, Adriano bisou na partida, ao converter uma grande penalidade a castigar mão na bola de Pedro Santos.

O jogo terminaria com o quinto golo da Oliveirense, já em tempo de compensação (90+3). Guima correspondeu da melhor forma a um cruzamento na direita e cabeceou para o golo já dentro da pequena área.

Lusa