quant
Fique ligado

Desporto

Trofense perdeu no Rio Ave

Publicado

em

O Trofense perdeu até sábado no Rio Ave por 1-0, em partida da 28.ª jornada da Liga SABSEG, decidida com um golo solitário de Aziz, de grande penalidade, que mantém os vila-condenses na liderança do campeonato.

O avançado ganês, melhor marcador do conjunto da foz do Ave, não desperdiçou a cobrança de um castigo máximo, por uma alegada falta de Caio Marcelo sobre Gabrielzinho, para aos 35 minutos desenhar a vitória da equipa.

O Rio Ave, que somou o quinto triunfo consecutivo, mantém-se, assim, no primeiro lugar, agora com 57 pontos, enquanto o Trofense, que não vence há nove jogos, fica no 14.º posto, com 28.

Os vila-condenses impuseram cedo um ascendente territorial, acompanhado das primeiras ameaças, ainda antes do quarto de hora, num cabeceamento de Aziz e num remate de Costinha.

O Trofense, apesar da postura mais recuada, ia controlando os ímpetos do adversário, criando uma barreira eficaz, mas que lhe condicionava o esforço ofensivo, porque apesar de desenhar algumas aproximações à baliza contrária, sentia dificuldades no último passe.

O Rio Ave, mais acutilante no ataque, ia intensificando o ‘poder de fogo’, com mais um par de remates de Vítor Gomes e Pedro Mendes, mas só depois da meia hora, e de bola parada, conseguiu desbloquear o marcador.

Foi numa tremenda arrancada, desde o meio-campo, de Gabrielzinho, que tinha sido lançado no jogo para render o lesionado Olinga, com o brasileiro ser travado por um alegado toque de Caio Marcelo, já na área Trofense, que o árbitro sancionou com grande penalidade.

Publicidade

Na cobrança do castigo, já aos 35 minutos, Aziz não desperdiçou a oportunidade, fazendo o 14.º golo da temporada, e cravando a vantagem do Rio Ave ao intervalo.

O reatamento devolveu um Trofense bem mais acutilante a explorar o seu jogo ofensivo, mas, apesar da maior presença na área contrária, voltava a mostrar debilidades na definição final, não conseguido assustar, verdadeiramente, o adversário.

O Rio Ave, percebendo a maior dinâmica dos visitantes, mostrava-se mais contido, tentando solucionar as questões defensivas, para, depois, explorar o contra-ataque, embora sem a mesma capacidade no remate.

Nesta toada, os melhores lances de golo só surgiram na parte final, primeiro para o Trofense, num desvio acrobático às malhas laterais da baliza vila-condenses, e já aos 82, para o Rio Ave, num tiro de Ronan, que saiu por cima, mantendo o 1-0 até ao final.

Jogo no Estádio do Rio Ave FC, em Vila do Conde

Rio Ave – Trofense, 1-0.

Ao intervalo: 1-0.

Publicidade

Marcadores:

1-0, Aziz, 35 minutos (grande penalidade).

Equipas:

– Rio Ave: Jhonatan, Costinha, Aderllan Santos, Renato Pantalon, Pedro Amaral, Vítor Gomes (Ukra, 79), Joca (Zé Manuel, 62), Guga, Fabrice Olinga (Gabrielzinho, 23), Aziz (Ronan, 78) e Pedro Mendes (Amine, 78).

(Suplentes: Léo Vieira, Hugo Gomes, Ronan, Amine, Sylla, Ukra, João Graça, Zé Manuel e Gabrielzinho).

Treinador: Luís Freire.

– Trofense: Rodrigo, Tito Júnior (Gustavo Furtado, 86), Caio Marcelo, João Paulo, Simão Martins (Tiago André, 46), Vasco Rocha, Matheus Índio (Diedhiou, 77), Beni (Keffel, 46), Bruno Almeida, Achouri e Bechou (Capita, 56).

Publicidade

(Suplentes: Vítor São Bento, Mutsinzi, Capita, Andrezinho, Daniel Liberal, Diedhiou, Gustavo Furtado, Tiago André e Keffel).

Treinador: Francisco Chaló.

Árbitro: Nuno Almeida (AF Algarve).

Ação disciplinar: Cartão amarelo Pedro Mendes (71), Tiago André (74) e Caio Marcelo (82).

Assistência: Cerca de 1.000 espectadores.

Continuar a ler...

Desporto

Taça de Portugal – Trofense recebe o Famalicão

Publicado

em

Por

O Trofense vai receber o Famalicão no jogo da 3ª eliminatória da Taça de Portugal.

O sortei realizado da 3ª eliminatória, já contou com a participação dos clubes da Liga Bwin que, em caso de confronto com equipas de escalões inferiores, jogam fora de casa, ditando que que a equipa da Trofa jogara contra a equipa famalicense, numa elimiatoria agendada para os dias 15 e 16 de outubro, no estadio do CD Trofense.

Os jogos da 3ª eliminatória da Taça são:

Serpa – Gil Vicente
Fontinhas – Arouca
Mafra – Marítimo
Machico – Boavista
Valadares Gaia – Chaves
Caldas – Benfica
Felgueiras – SC Braga
Canelas 2010 – Vitória SC
Anadia – FC Porto
Oliveira do Hospital – Rio Ave
Trofense – Famalicão
Varzim – Sporting
Amora – Estoril
Tondela – Santa Clara
São Martinho – Casa Pia
Vitória FC – Paços de Ferreira
Penafiel – Vizela
Lank Vilaverdense – Portimonense
Vianense – Beira-Mar
Rabo de Peixe – Sertanense
Imortal – Farense
Académico de Viseu – Oriental
Tirsense – Leixões
Bragança – Pevidém
Montalegre – São João de Ver
Sanjoanense – Belenenses
Nacional – Oliveirense
Olhanense – B SAD
Pêro Pinheiro – Sporting Pombal
Dumiense – Real SC
Moreirense – Vilafranquense
Courense – Camacha

Liga Portugal 2 Sabseg: SC Farense, Moreirense FC, Leixões SC, B SAD, CD Mafra, FC Penafiel, UD Vilafranquense, CD Trofense, UD Oliveirense, Académico de Viseu FC, CD Nacional e CD Tondela.

Liga 3: Varzim SC, CDC Montalegre, AD Sanjoanense, FC Oliveira do Hospital, CF Os Belenenses, Caldas SC, Amora FC, Canelas 2010, São João de Ver, Real SC, Lank Vilaverdense, Vitória Futebol Clube, FC Felgueiras, GD Fontinhas e Anadia FC. 

Campeonato de Portugal: Pevidém SC, FC Serpa, SC Vianense, GD Bragança, Imortal Desportivo Clube, SC Olhanense, SC Beira-Mar, FC Tirsense, CA Pero Pinheiro, Valadares Gaia FC, AR São Martinho, CD Rabo de Peixe, Dumiense CPJ, AD Machico, AD Camacha e Sertanense FC.

Publicidade

Distritais: SC Courense, Clube Oriental de Lisboa e SC Pombal. 

Continuar a ler...

Desporto

Mudanças do Benfica: avalie a formação da equipa antes de apostar

Publicado

em

Por

A mudança radical no Benfica é, de facto, o mais forte em Portugal. Com isto, é necessário analisar a equipa antes de realizar apostas desportivas

A equipa do Benfica foi a que mais teve mudanças drásticas nos últimos tempos, onde se destacou no mercado de transferências de verão. Agora, com a estrutura alterada, tornam-se um dos favoritos a vencer o campeonato.

As casas de apostas desportivas em Portugal permitem os palpites no Benfica, não fossem a equipa favorita a vencer a Liga Portugal. Todavia, a ambição desta equipa, após mudanças, vai mais longe do que apenas o campeonato interno.

A transformação no Benfica

Começou pelo treinador, mas rapidamente existiram mudanças radicais na equipa do Benfica. O presidente do clube, Rui Costa, preparou da melhor forma a época desportiva de 2022-23 para dar, de novo, alegrias aos seus adeptos.

Imagem: Rui Costa | Football Italia

Com isso em mente, existiu uma mudança radical no plantel, onde existirem várias caras novas, caras essas que já dão que falar neste início de campeonato. Por isso, as apostas foram bem-sucedidas. 

As entradas e saídas no plantel do Benfica

O plantel do Benfica contou com várias mudanças, onde temos que destacar as entradas para os comandos de Roger Schmidt. Assim sendo, as entradas neste plantel foram:

  • Brooks
  • Draxler
  • Aursnes
  • Florentino
  • Enzo Fernández
  • Chiquinho
  • Gelson Fernande
  • Musa
  • David Neres
  • Bah
  • Ristic 
  • João Victor

Ainda que alguns sejam retornos de empréstimo, os mesmos são jogadores para manter, que são clara aposta do treinador, em prol de impulsionar novamente o clube. Porém, existem várias transferências no que toca a saídas, como:

  • Everton
  • Darwin
  • Svilar
  • Lazaro
  • Radonjic
  • Ferro
  • Seferovic
  • Pizzi
  • Jota
  • Yaremchuk
  • Weigl
  • Viníciu
  • Taarabt
  • Meité 
  • Vertoghen

Podemos perceber assim que, após a saída de Jorge Jesus, as mudanças radicais começaram, com uma equipa muito nova e repleta de vários jogadores preparados para os objetivos claros deste novo Benfica.

A mudança e perspetiva do novo Benfica

Uma aposta clara em jogadores de classe, com margem de progresso, mas que neles toca a titularidade. Assim sendo, com estas apostas, percebe-se que o presidente quis dar todas as aquisições possíveis para o novo treinador, Roger Schmidt, em busca da nova ofensiva encarnada, com aposta clara em jogadores ofensivos, em prol do estilo do treinador.

Imagem: Roger Schmidt | SL Benfica

Um treinador que gosta de futebol ofensivo, com clara aposta nos seus jogadores subirem todos no terreno e prenderem o jogo adversário. Esta mudança irá ter muito impacto na forma de jogar do Benfica na Liga Portugal.

Publicidade

Com isso, antevê-se um Benfica que irá causar problemas a todas as equipas, principalmente no seu jogo ofensivo, podendo tornar-se facilmente destaque no que toca a golos marcados, tornando-se apostas claras na diferença de golos.

As razões de tamanha mudança e os objetivos

Vários anos sem vencer títulos são o motivo principal da mudança drástica no Benfica. Rui Costa, atual presidente, ainda não conquistou títulos no futebol, algo que nem apostas previam tal acontecimento.

Agora, em prol de serem apostas vencedoras, o presidente deu tudo ao novo treinador, em prol de voltar a colocar o Benfica no topo de Portugal, sendo assim o objetivo principal desta mudança radical. 

Os principais objetivos nestas apostas

Não passam por menos do que vencer a Liga Portugal, mas a longo prazo acredita-se que são apostas para vencer todas as competições internas e tentar ir o mais longe possível na Liga dos Campeões.

Uma aposta clara no Benfica

O Benfica surge muito interesse nas casas de apostas, sendo a equipa mais procurada. Com isso em mente, aconselhamos aos fãs do Benfica para acederem à Wetten Portugal e escolher o local mais indicado para as apostas online.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);