O Leixões venceu hoje o Trofense, em jogo da oitava jornada da II Liga de futebol, graças um golo apontado por Tiago Lenho, no primeiro tempo, e a outro de Preciado, no início da segunda parte.

Nanissio ainda marcou para o emblema da Trofa, mas não conseguiu evitar o quinto desaire da formação de Porfírio Amorim na prova.

No Estádio do Mar, até foi para os forasteiros o primeiro sinal mais, com Dário e Rateira a efetuarem os primeiros remates, mas não tardou até que o conjunto de Matosinhos fizesse valer o fator casa.

Aos 20 minutos, Tiago Lenho obrigou Diogo Freire a defender para canto e, na sequência do mesmo, foi o próprio Tiago Lenho que apareceu solto de marcação dentro da área, a cabecear para o golo inaugural.

Pouco depois, Orlando, de livre, até voltou a criar perigo para a formação caseira, mas seria Nanissio, do Trofense, a descobrir o caminho da baliza, com um remate colocado, de belo efeito.

Só que a resposta dos leixonenses chegou com o arranque da etapa complementar: aos 47, Mendes cruzou da direita e Preciado concluiu de pé direito.

Chiquinho (aos 54) e Ricardo Valente (aos 55) ainda estiveram perto de dilatar a vantagem, mas o cabeceamento do primeiro foi travado em cima da linha por Jairo – expulso pouco depois – e a tentativa do segundo embateu no poste da baliza defendida por Diogo Freire.

Aos 80, João Pedro, num remate de primeira, andou perto do empate, mas Chastre respondeu com uma grande defesa e repetiu a proeza aos 90+3, quando Hélder Sousa desferiu um remate em arco que levava selo de golo.

Jogo no Estádio do Mar, em Matosinhos

Leixões – Trofense, 2-1.

Ao intervalo: 1-1.

Marcadores:

1-0, Tiago Lenho, 20 minutos.

1-1, Nanissio, 35.

2-1, Preciado, 47.

Equipas:

– Leixões: Chastre, Gonçalo Graça, Orlando, Pedro Pinto, João Viana, Tiago Lenho, Moedas, Chiquinho (Cadinha, 62), Mendes, Ricardo Valente (Alemão, 67) e Preciado (Yuanyi Li, 76).

(Suplentes: Ricardo Moura, Zé Pedro, Cadinha, Yuanyi Li, Leandro, Alemão e Rui André).

Treinador: Horácio Gonçalves.

– Trofense: Diogo Freire, Miguel Ângelo (João Pedro, 67), Eduardo Enrique, Jairo, Tiago (Jorge Inocêncio, 80), Portuga (Njengo, 86), Tiago, Nanissio, Rateira, Hélder Sousa, Dário, Bryan Riascos.

(Suplentes: Rui Santos, Njengo, Adukor, Costinha, Jorge Inocêncio, Simãozinho e João Pedro).

Treinador: Porfírio Amorim.

Árbitro: João Malheiro Pinto.

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Jairo (22 e 59), Moedas (45), Mendes (57), Nanissio (90+4). Cartão vermelho por acumulação de cartões amarelos para Jairo (59).

Assistência: Cerca de 600 espetadores.

C/Lusa