O União da Madeira venceu, hoje, o Trofense por 2-1, em encontro da 20.ª jornada da Liga de Honra em futebol que os trofenses chegaram a estar em vantagem

Santos inaugurou o marcador (16 minutos), mas Ávalos (29) e Tomasevic (56) deram a volta ao marcador, dando uma vitória preciosa aos insulares, principalmente por ser fora e em casa de um adversário próximo na pauta classificativa.

Separados por apenas um ponto à entrada para esta jornada, e com dois (União da Madeira) e três (Trofense) pontos de vantaem para a linha de despromoção, ambas as equipas procuraram conquistar pontos para fugir à zona perigosa.

Começou melhor o conjunto anfitrião, com Reguila e Tiago em evidência, enquanto a equipa orientada por Jokanovic iniciou a partida de forma tímida.

O golo dos locais surgiu sem surpresa, com Santos a completar bem um canto apontado por Zé Manel (16 minutos). Mas a resposta não se fez esperar, com os visitantes a reagirem de imediato e, aos 29 minutos, Ávalos completou o livre marcado por Bruno e fez o empate.

A “cambalhota” no marcador aconteceu com um lance idêntico ao primeiro golo do União da Madeira: livre de Bruno, completado, de cabeça, pelo reforço vindo do Nacional da Madeira Tomasevic (56 minutos).

A vantagem dos insulares castigava a grande desorganização da defesa trofense, que, na segunda parte, começou a abrir muitos espaços, permitindo vários momentos de aperto para o guarda-redes Marco.

Até ao final do encontro, o Trofense procurou a baliza adversária, mas os madeirenses souberam fechar a sua defensiva e proteger as redes de Matt Jones, que evitou o golo do empate ao defender um livre muito forte e bem marcado por André Carvalhas, aos 74 minutos. Dois minutos depois, foi a vez de Marco brilhar ao suster um remate de Silva (76).

Nos descontos, Pedro Araújo bateu dois livres muito perigosos, mas, mais uma vez, Matt Jones “voou” ao encontro da bola e evitou, quase que miraculosamente, o empate.