O Portimonense venceu hoje em casa do “aflito” Trofense, por 2-1, em partida da 19.ª jornada da II liga de futebol, “agudizando” a situação do clube da Trofa que é “lanterna vermelha” da prova.

Com golos de Fidelis e de Mu Kanazaki, ainda na primeira parte, o Portimonense começou a desenhar cedo uma vitória em casa do Trofense, que, apesar do golo de Hélder Sousa na segunda parte, continua sem vencer desde a 15.ª jornada (2-0 em casa frente ao FC Porto B).

O Trofense até foi a primeira equipa a criar perigo, logo aos três minutos, com um toque de calcanhar de Rateira que surpreendeu a defesa algarvia, obrigando Ricardo Ferreira a defender por instinto.

Mas esta oportunidade madrugadora parece ter servido para colocar em alerta os visitantes que depois geriram o ritmo de jogo, perante um Trofense a acusar a pressão de estar em posição aflitiva posição na classificação.

Aos oito minutos, Fidelis inaugurou o marcador, após cruzamento de Rafinha. E com naturalidade o segundo golo do Portimonense surgiu ao cair do pano da primeira parte graças a uma “recarga” de Mu Kanazaki, depois de um primeiro remate de Ewerton (45 minutos).

Muito contestado a meio e no final do jogo com um coro forte de assobios, o treinador trofense ainda viu a sua equipa reduzir a desvantagem, aos 70 minutos, com um golo de Hélder Sousa de livre.

Apesar de sobrar intensidade e vontade aos locais, faltou sorte na finalização e o Trofense somou mesmo o seu quatro jogo consecutivo sem vencer e em último lugar do campeonato.

Jogo no Estádio do C.D. Trofense, na Trofa.

Trofense – Portimonense, 1-2.

Ao intervalo: 0-2.

Marcadores:

0-1, Fidelis, 08 minutos.

0-2, Mu Kanazaki, 45.

1-2, Hélder Sousa, 70.

Equipas:

– Trofense: Rui Santos, Papa Alassane (Bryan Riascos, 46, Leopold Njengo, 79), Eduardo Enrique, Costinha, Tiago Portuga, Nanissio, Hélder Sousa, Tiago, Rateira, Dário (Simãozinho, 66) e João Pedro.

(Suplentes: Diogo Freire, Adukor, Miguel Ângelo, Leopold Njengo, Rogério, Simãozinho e Bryan Riascos).

Treinador: Porfírio Amorim.

– Portimonense: Ricardo Ferreira, Ricardo Pessoa, Ivo Nicolau, Maurício, Mamadu, Ryuki, Ewerton, Fabrício, Mu Kazanaki (Juninho, 90+3), Rafinha (Fernandinho, 77) e Fidelis (Adelino, 46).

(Suplentes: Carlos Fernandes, Acácio, João Paulo, Juninho, Fernandinho, Adelino e Jorge Teixeira).

Treinador: Vítor Maçãs.

Árbitro: Manuel Oliveira (Porto).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Papa Alassane (19), Rafinha (62), Ivo Nicolau (71), Maurício (71), Costinha (75), Simãozinho (78), Fidelis (79), Adelino (83) e Hélder Sousa (85).

Assistência: Cerca de 1.500 espetadores.

PYT // NFO