Trofense e Tondela empataram (1-1) hoje, em encontro da 14.ª jornada da II Liga portuguesa em futebol, disputado na Trofa, em que os trofenses continuam sem vencer.

O Trofense, a precisar aflitivamente de pontos para começar a “trepar” na tabela classificativa e deixar o último lugar, entrou em jogo mais dominador e acutilante perante um Tondela, confortavelmente instalado nos primeiros dez lugares, que preferiu estudar o adversário e só se revelar após a primeira meia hora de jogo.

A equipa da Trofa, que ainda não venceu esta época, estava nervosa, aliás o adjetivo é mesmo “furiosa”, o que se reflectiu no golo marcado aos dez minutos quando Mateus Fonseca, de longe, atirou ao poste, na recarga Viafara, de cabeça, voltou a tirar tinta ao poste, e foi preciso Hélder Sousa entrar na área e encostar para dentro da baliza.

A turma de Porfírio Amorim continuou a apostar no ataque através de jogadas pouco construídas e mais em força do que em jeito mas mantinha-se por cima da partida. Aos 16 minutos, Mateus Fonseca rematou ao lado. O Tondela continuava a ver o seu meio campo dominado.

Mas, após um canto marcado na direita por Calé, aconteceu o empate (29 minutos), ficando a descoberto a grande debilidade da defesa da casa que nada fez para impedir o cabeceamento de Tozé Marreco.

A parir daí, ainda que os principais lances de perigo continuassem a pender mais para o conjunto trofense, o Tondela soube aproveitar o crescente nervosismo dos locais e impôs-se no meio campo, exatamente onde Marcelo, que até já tinha visto cartão amarelo, viu um vermelho direto por falta dura e desnecessária sobre Calé (58 minutos).

A jogar com menos um jogador, a tarefa do Trofense estava ainda mais dificultada. Os visitantes não se aproximavam muito da baliza de Conrado mas também não deixavam os trofenses jogar.

Padilla (76 minutos) e Tiago (77) tiveram perto de fazer o segundo mas a defesa forasteira estava muito atenta e o guardião Cláudio Ramos sempre no local certo.

Para o lado do Tondela apenas de registar um remate ao lado de Tozé, aos 79, fruto outra vez de muita desatenção na linha defensiva da Trofa.

O Tondela chegou a gritar “golo” aos 85 minutos, mas o juiz de Castelo Branco, Carlos Xistra, considerou que Tozé Marreco estava em fora de jogo.        

Jogo no Estádio do Clube Desportivo Trofense, na Trofa.

Trofense – Tondela, 1-1.

Ao intervalo: 1-1.

Marcadores:

1-0, Hélder Sousa, 10 minutos.

1-1, Tozé Marreco, 29 minutos.

Equipas:

– Trofense: Conrado, Tiago Mesquita, Luiz Alberto, Dennis, Matheus Zouain (Neves, 89), Tiago, Hélder Sousa, Mateus Fonseca (Preciado, 73), Marcelo, Rateira e Viafara (Padilla, 62).

(Suplentes: Diogo Freire, Márcio, Preciado, André Viana, Neves, Jorge Inocência e Padilla).

Treinador: Porfírio Amorim.

– Tondela: Cláudio Ramos, Edson (Fausto, 75), Palmeira, Deyvison, João Vicente, Fábio Pacheco, Calé (Márcio Sousa, 75), Evandro Brandão, Boubacar (Robson, 46), Dally e Tozé Marreco.

(Suplentes: Ricardo Andrade, Pedrosa, Jô, Márcio Sousa, Robson e Fausto).

Treinador: Vítor Paneira.

Árbitro: Carlos Xistra (Castelo Branco).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Tozé (01), Mateus Fonseca (40), Marcelo (44), Calé (54), Rateira (77) e Palmeira (80). Cartão Vermelho direto para Marcelo (58).

Assistência: Cerca de 300 espetadores.

C/Lusa