quant
Fique ligado

Trofa

Trofa candidata Santeiros de S. Mamede a património da UNESCO

Publicado

em

A Câmara da Trofa vai candidatar os santeiros de São Mamede do Coronado a património cultural imaterial da UNESCO, revelou hoje à Lusa o município do distrito do Porto.

O anúncio do executivo coincide com o 104.º aniversário da aparição de Nossa Senhora de Fátima, a quem o “património dos santeiros de São Mamede do Coronado está intrinsecamente ligado” lê-se no comunicado.

“A imagem de Nossa Senhora do Rosário de Fátima chegou à Cova da Iria a 13 de junho de 1920, depois de esculpida pelas mãos do mamedense e mestre santeiro José Ferreira Thedim, herdeiro de uma longa tradição de santeiros, pai e avô, com quem aprendeu o ofício e de quem herdou a oficina”, assinala a autarquia.

A câmara “anuncia oficialmente o início do processo que vai culminar com a apresentação à UNESCO do pedido de inscrição do saber-fazer dos Santeiros de São Mamede do Coronado na Lista Representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade, como um projeto de cultura, preservação da história e da memória da Trofa e de Portugal”, lê-se ainda.

Citado pelo documento, o presidente da autarquia, Sérgio Humberto, justificou a decisão “considerando que a produção de arte sacra é indissolúvel do território do Vale do Coronado, das suas gentes e da sua identidade cultural, marcando a história local e assumindo-se também como uma arte única em Portugal e no mundo”.

Para o autarca social-democrata, a candidatura “é sustentada pela necessidade de salvaguarda de um ofício ancestral, documentado na localidade desde o século XIX” e cuja tradição querem “proteger e preservar, projetando-a no futuro”, para que “não fique presa no passado”.

“Os santeiros, como localmente são conhecidos, esculpem e pintam à mão, em contexto oficinal, imagens de vulto devocionais em madeira”, descreveu.

Publicidade

Pelas suas “características, qualidades técnicas e artísticas, os trabalhos que realizam são expedidos, ainda hoje, para todo o mundo católico, sendo um importante produto de distinção e de divulgação internacional”, explicou.

De acordo com o comunicado, em 2015 e 2016 a câmara “preparou e submeteu o processo de inscrição do ‘Saber-fazer dos santeiros do Vale do Coronado’ na Lista Nacional do Património Cultural Imaterial do Ministério da Cultura N.º de inventário: PROC/0000000046, processo que está em processo de finalização para poder avançar com o projeto junto da Comissão Nacional da UNESCO”.

A câmara “tem agora um longo processo pela frente de consolidação de um plano de salvaguarda desta arte, apostando na criação de uma escola de formação que perpetue este ofício, classificando alguns locais ligados à história deste ofício como imóveis de interesse municipal e criando um espaço museológico que acolha também o espólio da autarquia ligado à arte sacra”, acrescenta.

“Em curso estão diligências de preparação do grupo de trabalho que integra também o professor e historiador José Manuel Tedim, estudioso da área, filho e neto de santeiros, designadamente sobrinho neto de José Ferreira Thedim, autor da imagem de Nossa Senhora de Fátima”, lê-se ainda.

O ofício, conhecido e desenvolvido por várias famílias do território que constitui hoje a Trofa, está documentado no Vale do Coronado desde, pelo menos, o séc. XIX, acrescenta o comunicado.

Na atualidade, estes profissionais trabalham, na sua maior parte, em casa, num contexto oficinal de um só trabalhador, esculpindo e pintando peças em madeira com métodos e técnicas ancestrais e de elevado nível de execução, descreve a autarquia.

Publicidade
Continuar a ler...

Trofa

Sérgio Humberto foi eleito presidente da distrital do Porto do PSD

Sérgio Humberto, único candidato a presidente da distrital do Porto do PPD/PSD do Porto, a maior a nível nacional, foi eleito com 95% dos votos.

Publicado

em

Por

Sérgio Humberto, único candidato a presidente da distrital do Porto do PPD/PSD do Porto, a maior a nível nacional, foi eleito com 95% dos votos. A restante percentagem foi dividida em 4% em votos em branco e 1% de nulos.

“Acredito que com trabalho, muito trabalho, vamos conseguir devolver a esperança às nossas populações, e, concretizar a revolução laranja que o que o nosso Distrito anseia”, foram estas as primeiras palavras de Sérgio Humberto, aos militantes que encheram por completo o auditório da Distrital Os o encerramento das urnas e continuou:

Aquilo que vos prometo é muito trabalho e dedicação. E garantir-vos que esta será, uma distrital do PPD/PSD do Porto, incómoda para os nossos adversários partidários, porque o nosso foco, estará no serviço às nossas gentes, na concretização dos sonhos das nossas populações, e no servir o Distrito do Porto.

Aumentar o numero de militantes ativos e envolver a sociedade civil na vida do partido está também nos horizontes da nova comissão politica distrital social-democrata. Vencer as eleições autárquicas no distrito e pegar em temas esquecidos, e de elevada relevância tanto para o distrito como a nível nacional, faz parte do seu programa de ação

“O primeiro objetivo é ganhar mais câmaras, mais juntas de freguesia, mais assembleias municipais, Temas como, por exemplo, O Eixo Atlântico, as relações com a Galiza, como é o não exemplo do Infarmed, TAP e assuntos que ainda não foram falados, como por exemplo o Aeroporto Francisco Sá Carneiro, que precisa de obras, e porque não falar de um novo aeroporto nesta região, serão chamados à discussão por esta comissão politica”.

Sérgio Humberto recordou a Distrital do Porto tem cerca de dois milhões de habitantes e que é um território altamente produtivo e, portanto, muitas vezes não é compensado pelo Estado Central, que só vê Lisboa.

“Vou liderar uma equipa motivada e capacitada, para desenvolver um trabalho de proximidade, estruturando caminhos para um futuro mais próspero e mais liderante no nosso Distrito do Porto., concluiu o novo líder social-democrata.

Publicidade
Continuar a ler...

Trofa

Ângela Moreira recandidata à Estrutura Concelhia das Mulheres Socialistas

Publicado

em

Por

Ângela Moreira apresentou, a 17 de setembro, a recandidatura à Estrutura Concelhia das Mulheres Socialistas – Igualdade e Direitos da Trofa (MS-Trofa).
No auditório da Junta de Freguesia de Bougado, em Santiago, a socialista de 37 anos contou com o apoio de dezenas de militantes, a quem garantiu ter conseguido “afirmar e credibilizar” a estrutura. “Volvidos dois anos, deixamos uma marca de proximidade, lealdade, trabalho e envolvimento profundo com todas as estruturas locais do Partido Socialista e na sociedade civil”, referiu a bougadense.
No mandato liderado por Ângela Moreira, a estrutura concelhia de MS-Trofa realizou várias iniciativas solidárias, como “a confeção e entrega de máscaras, apanha de fruta e recolha de produtos de higiene pessoal para doar a associações do concelho”. “Participamos em atividades de movimentos cívicos, assinalamos o Dia Internacional da Mulher, o Dia da Árvore e da Poesia e o 25 de Abril, data em que homenageamos os militantes do Partido Socialista mais antigos do concelho. Apostamos ainda na formação e na publicação de artigos como forma de empoderamento das mulheres trofenses”, acrescentou.
Para um segundo mandato, Ângela Moreira propõe-se a motivar mais mulheres na vida política e a ajudar o Partido Socialista “a fazer política com respeito, seriedade e responsabilidade”. “Vamos continuar a mostrar que o que nos move é a Trofa, os trofenses e os seus interesses”.
Ângela Moreira afirma ainda que o projeto que tem como slogan “Junt@s Avançamos” visa contribuir para construir “uma sociedade mais justa, igualitária, solidária e baseada nos valores socialistas”.
As eleições decorrem a 8 de outubro em todas as concelhias do distrito do Porto, data em que serão também eleitos os órgãos das secções e concelhias do partido.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);