O Sporting da Covilhã e o Trofense empataram hoje 0-0, em jogo antecipado da 13.ª jornada da Liga de Honra em que nenhuma das equipas conseguiu jogar um futebol vistoso.

Numa primeira parte sem grande história, o Trofense, último classificado da Liga de Honra, ainda sem novo treinador, esteve mais preocupado em não deixar jogar do que em tentar chegar ao golo e apenas por uma vez se aproximou da baliza adversária.

Já os serranos, presos na teia adversária, revelaram-se sem ideias para conseguirem construir jogo e privilegiaram o futebol direto e só por intermédio de Wang Gang se viram incursões na área defendida por Trigueira, mas faltou sempre ao chinês linha de passe ou discernimento para dar seguimento às jogadas.

O regresso dos balneários não trouxe maior qualidade de jogo. O emblema nortenho continuou a apostar na pressão alta, sem arriscar, e o Sporting da Covilhã ganhou maior posse de bola.

No último quarto de hora, os serranos subiram as linhas e tentaram chegar à vantagem, mas falharam as diversas oportunidades que dispuseram.

Jogo no Complexo Desportivo da Covilhã.

Sporting da Covilhã-Trofense, 0-0.

Equipas:

– Sporting da Covilhã: Nuno Santos, Dani Coelho, Gegé, Ricardo Rocha, Joel, Ídris, Dani Matos (Gui, 65), Gabi, Wang Gang (Pedro Ribeiro, 88), Fofana (André Sousa, 74) e Dominic.

(Suplentes: Igor Araújo, Aníbal Capela, Filipe Fernandes, André Sousa, Amian, Gui e Pedro Ribeiro).

– Trofense: Trigueira, João Viana, Elvis, João Pereira, Pedro Araújo, Santos, Tiago, André Carvalhas, Edu (André Viana, 90+4), Feliz (Fábio Moura, 89) e Crivellaro (Reguila, 73).

(Suplentes: Marco, Reguila, Fortes, Fábio Moura, André Viana, Janderson e Gilmar).

Árbitro: Hugo Miguel (Lisboa).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Fofana (54), João Vieira (54), Ídris (65), Feliz (69), André Sousa (78), Trigueira (90+4) e André Viana(90+4).

Assistência: 550 pessoas

Foto: arquivo

Texto: lusa

{fcomment}