O Moreirense reforçou hoje a liderança da II Liga portuguesa de futebol, ao golear o “lanterna vermelha” Trofense por 4-0, em encontro da 13.ª jornada da II Liga em futebol, disputado em Moreira de Cónegos.

Com golos de Rui Miguel (29 minutos), Wagner (71) e Pires (85 e 90), o Moreirense venceu o jogo que opunha os “extremos” da tabela e passou, à condição, a contar mais seis pontos do que os concorrentes Portimonense e Penafiel, que jogam domingo.

Foi notória a superioridade do Moreirense, primeiro classificado e candidato natural à subida de divisão, perante um Trofense que cada vez é mais último e tem mostrado muita dificuldade em organizar-se e em recuperar, não tendo registado qualquer vitória em 13 jogos.

Logo no primeiro minuto, Paulinho atirou forte para as mãos de Conrado. Aos 18, foi a vez de Anilton e de Pires se desentenderam na pequena área, quando toda a defesa trofense já estava batida, mas a bola acabou por sair.Conrado voltou a evitar o golo dos anfitriões, aos 21 e 22 minutos, após remates de Diogo Cunha e Pires, respetivamente.

Os vimaranenses dominavam por completo, aproveitando muito bem a falta de entrosamento da equipa da Trofa, e o golo acabou por, justamente, surgir, aos 29 minutos: Rui Miguel bateu forte um livre não dando hipóteses de defesa ao guarda-redes contrário.

Antes do intervalo, Pires (43 minutos), de cabeça, mandou para fora e assistiu-se ao primeiro lance de perigo dos forasteiros, com Preciado em evidência a pôr à prova a atenção de Carlos (45).

Na segunda parte, manteve-se o domínio do emblema de Guimarães. Ao Trofense, restava empenhar-se na defesa, já que o ataque continuava adormecido por completo.Conrado foi adiando, enquanto conseguiu, o segundo golo do Moreirense, sendo que no ataque dos minhotos se destacavam Rui Miguel e Pires, este último com um grande remate de longe, aos 56 minutos, que obrigou o guardião trofense a esticar-se.

E as alterações de Vítor Oliveira acabaram por resultar em pleno quando, aos 71 minutos, o recém-entrado André Carvalhas correu metade do campo para passar a bola ao também suplente Wagner, que, sem dificuldades perante dois centrais frágeis e desatentos, fez o segundo golo do Moreirense.

Pouco depois, aos 73 minutos, a tarefa do “lanterna vermelha” ficou ainda mais dificultada, quando Maicon Assis viu o vermelho direto, por ter afastado Paulinho com uma cotoveleda.

Com um golo de grande penalidade, aos 85 minutos, a castigar falta do espanhol Dennis, e outro aos 90, num remate cruzado na esquerda, Pires selou a goleada do Moreirense na parte final.

 

Fonte: Lusa