quant
Fique ligado

Trofa

Greve dos trabalhadores dos CTT decorre esta sexta-feira

Publicado

em

A greve dos trabalhadores dos CTT contra o pagamento do subsídio de almoço em cartão de refeição arrancou ontem à noite nas centrais de correios, prolongando-se durante o dia de hoje.

O pagamento do subsídio de refeição em cartão foi o “motor” desta greve, disse à Lusa o Sindicato Nacional dos Trabalhadores dos Correios e Telecomunicações (SNTCT), Víctor Narcisco, referindo que a isto se junta “o descontentamento dos trabalhadores” relativamente “às condições de trabalho”.

Sobre a adesão, a expectativa do sindicato é de que seja “bastante mais elevada do que na última” paralisação, salientou.

Os CTT reiteraram que não compreendem a razão da greve convocada para sexta-feira, mas preveem que os seus efeitos sejam pouco sentidos.

O NT informa os leitores que, perante esta paralisação, quaisquer atrasos na entrega da edição do jornal O Notícias da Trofa, datado de 28 de maio, se deve a esta greve dos CTT.

“Os CTT respeitam inequivocamente o direito à greve consignado na Constituição da República, mas lamentam e não compreendem a razão da greve convocada para sexta-feira, dia 29 de maio de 2020, por diversos sindicatos, que contestam a implementação de uma medida que, sendo positiva para a empresa, inclusivamente já implementada e utilizada por cerca de 4.000 colaboradores, em nada prejudica ou retira benefícios aos seus trabalhadores, tendo, aliás, o efeito contrário”, lê-se numa nota divulgada hoje pelos CTT – Correios de Portugal.

Os CTT preveem que, de um modo geral, na rede de 544 lojas, “os efeitos da greve sejam pouco sentidos” e garantem também que a paralisação não terá qualquer impacto na distribuição de vales de pensões.

Publicidade

Esta paralisação abrange a rede de distribuição postal (carteiros) e a rede de atendimento (Lojas CTT), porém não contempla a rede de Postos de Correio explorados por parceiros dos CTT, nem os agentes que prestam serviços de pagamento PayShop.

O Sindicato Nacional dos Trabalhadores dos Correios e Telecomunicações (SNTCT) prevê realizar outra greve, a 12 de junho.

Com Lusa (Foto: Lusa)

Continuar a ler...
Publicidade
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Trofa

Situação de alerta obriga a alterações no fogo de artifício das Festas em Honra da Senhora das Dores

Publicado

em

Por

O estado de alerta, com proibição de fogos, declarado pelo governo nos dias 21,22 e 23 de agosto levou a comissão de festas a alterar os horários das sessões de fogo de artifício.

As sessões vou ser praticamente seguidas e vão acontecer no sábado, dia 20 às 23.00h, sessão de Pirotecnia Piromusical, junto à antiga estação da Trofa.

Ainda no sabado, dia 20 pelas 23.40h, a segunda sessão de fogo com um espetaculo de Pirotecnia denominado “El Terramoto” que acontecerá também no mesmo local, próximo da antiga estação, frente à escola EB2/3 Napoleão de Sousa Marques.

Recorde-se que as sessões estavam inicialmente agendadas para as zero horas dos dias 21 e 22 de agosto.

Continuar a ler...

Trofa

Governo decreta situação de alerta entre domingo e terça-feira

Publicado

em

Por

José Luís Carneiro, ministro da Administração Interna, divulgou hoje as medidas em vigor devido ao aumento das temperaturas nos próximos dias.

“Tomámos a decisão de determinar a situação de alerta para os dias 21, 22 e 23 – domingo, segunda e terça-feira —, com reavaliação na segunda-feira ao fim do dia, tendo em vista reavaliar a necessidade de manter ou alterar a situação de alerta. Toda esta circunstância se aplica ao território continental”, afirmou o governante

Para prevenir incêndios, estão previstas limitações para o uso de fogo, máquinas agrícolas e também no acesso aos espaços florestais.

Por sua vez, a Proteção Civil entendeu ser necessário o reforço do patrulhamento dissuasor por parte de 25 patrulhas das Forças Armadas, que vão reforçar os meios no terreno da GNR e da PJ em todo o país.

Além disso, “a ANEPC fica com autorização para avançar com a contratação de mais 100 equipas de bombeiros, o que significa mais 500 homens, tendo em vista reforçar os meios humanos e permitir que esta reposição de meios mantenha o vigor e a eficácia que tem existido até agora”, afirmou José Luís Carneiro, sublinhando que 90% dos incêndios têm sido debelados em 90 minutos.

Em conferência de imprensa realizada na sede da ANEPC, o ministro realçou também a antecipação de pagamentos às corporações de bombeiros, num montante que ascende a mais de um milhão de euros.

“Decidimos antecipar os pagamentos às corporações de bombeiros que têm tido o esforço de integração no Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR)”, referiu José Luís Carneiro.

Publicidade

“Esse esforço de antecipação vai ser realizado por parte da ANEPC, tendo em vista garantir que as associações humanitárias que têm corporações de bombeiros integradas no DECIR mantêm condições de decisão e operacionalidade que são indispensáveis para esta fase que se inicia após este período que tivemos desde o início de julho até hoje”, disse.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);