catrofaO CAT está onde se sente melhor: no primeiro lugar. Com três vitórias no campeonato, a equipa da Trofa mostra que está mais forte do que nunca, depois de uma jornada vitoriosa nos Açores, onde venceu o candidato ao título Ribeirense, por 2-3, e o Clube K, por 0-3.

O CAT confirmou o pleno de três vitórias consecutivas em outros tantos jogos para o campeonato da Divisão A1 de voleibol feminino. Depois de vencer o Ala Gondomar, na jornada inaugural, a equipa liderada por Manuel Barbosa venceu a jornada dupla no Açores, este fim-de-semana, batendo um dos fortes opositores, Ribeirense, por uns difíceis 2-3, e o Clube K, pela margem máxima.

O primeiro jogo, no Pavilhão da Escola das Lajes do Pico, comparava-se a uma verdadeira “prova de fogo” já que opunha dois potenciais candidatos ao título. Frente a frente o campeão e o vice da temporada passada e os estatutos não se contrariaram ao resultado final. Mais forte o CAT, que entrou “a matar”, vencendo o primeiro parcial, por 17-25. O mesmo resultado marcou o segundo set, mas desta vez foi o Ribeirense que venceu. O CAT voltou a ficar em vantagem (29-31), mas a equipa açoriana levou a partida para a negra (25-23), onde quem se evidenciou foi a formação trofense (12-15).

No domingo, o jogo adivinha-se mais acessíveis às campeãs nacionais e assim se verificou, apesar do Clube K ter dado sempre boa réplica nos parciais. No primeiro, as trofenses venceram por 21-25, depois das insulares terem complicado a tarefa, chegando a empatar 19-19, seguindo-se mais dois sets de vantagem, 23-25 e 17-25, que marcou a terceira vitória do CAT.

O CAT volta a ter jornada dupla, em casa, com o Sports Madeira e com o Câmara de Lobos, a 1 e 2 de Novembro.