quant
Fique ligado

Covid-19

Covid-19: Perda de olfato atinge mais os doentes ligeiros, segundo estudo

Publicado

em

Um estudo hoje divulgado revela que a perda do olfato, um dos sintomas da covid-19, prevalece mais nos doentes ligeiros. 

O estudo, publicado na revista da especialidade Journal of Internal Medicine, analisou a prevalência da perda do olfato e a sua recuperação em 2.581 doentes, desde os mais ligeiros aos mais graves, em 18 hospitais europeus. 

A perda do olfato é um dos sintomas mais comuns da covid-19, uma doença respiratória causada por um novo coronavírus. 

De acordo com o estudo, que se baseou em avaliações clínicas, a perda do olfato foi identificada em 54,7% dos casos de covid-19 ligeiros e em 36,6% dos casos moderados a graves.

Menos de metade dos doentes não conseguiu recuperar o sentido do olfato passados dois meses (15,3%) a seis meses (4,7%), adianta em comunicado a editora que publica a revista médica. 

A covid-19 é transmitida por um novo coronavírus (tipo de vírus) detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China, e que se disseminou rapidamente pelo mundo.

A pandemia da covid-19 já provocou pelo menos mais de 1,8 milhões de mortos resultantes de mais de 85 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência noticiosa francesa AFP. 

Publicidade

Em Portugal, morreram 7.286 pessoas dos 436.579 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Continuar a ler...

Covid-19

Covid-19: Portugal com 65.578 infeções, novo máximo diário

Publicado

em

Por

Portugal registou 65.578 novas infeções com o coronavírus SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas, um novo máximo desde o início da pandemia, e mais 42 mortes associadas à covid-19, indicam os números hoje divulgados pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Segundo o boletim epidemiológico diário, hoje estão internadas 2.313 pessoas, menos sete do que na terça-feira, 154 das quais em unidades de cuidados intensivos, onde estão hoje menos quatro pessoas.

O número de casos ativos aumentou para 515.962, mais 3.391 do que na terça-feira, e nas últimas 24 horas foram dadas como recuperadas 62.145 pessoas, para um total de 1.842.153.

Nas últimas 24 horas foram colocados em vigilância mais 26.343 contactos, que totalizam agora 546.357.

Desde março de 2020 foram infetadas em Portugal 2.377.818 pessoas com o SARS-CoV-2 e foram declaradas 19.703 mortes associadas à covid-19.

Das mortes com covid-19 nas últimas 24 horas, 15 aconteceram na zona de Lisboa e Vale do Tejo, 16 na região Norte, nove na região Centro e duas no Alentejo

A maior parte dos novos contágios foi diagnosticada na zona Norte, com 28.314 infeções (com um total de 905.185 casos e 5.989 mortes com covid-19 desde o início da pandemia).

Publicidade

Na região de Lisboa há mais 18.696 infeções, totalizando 892.220 contágios e 8.306 mortes associadas à covid-19 desde março de 2020, enquanto a região Centro regista 11.204 novos casos (325.225 no total e 3.465 mortes).

No Algarve foram infetadas nas últimas 24 horas mais 2.828 pessoas (total de 90.642 contágios e 620 mortes com covid-19) e no Alentejo mais 2.094 (total de 78.305 casos e 1.113 mortes).

Na região autónoma dos Açores foram diagnosticadas 1.285 infeções nas últimas 24 horas, para um total de 26.561 casos desde o início da pandemia e 56 mortes atribuídas à covid-19, enquanto na Madeira se registaram 1.157 novos contágios, num total de 59.680 e 154 mortes com covid-19.

O SARS-CoV-2 já infetou pelo menos 1.114.597 homens e 1.260.899 mulheres em Portugal. Há ainda 2.322 casos de sexo desconhecido que estão sob investigação, uma vez que estes dados não são fornecidos de forma automática.

Continuar a ler...

Covid-19

Covid-19: Autoagendamento aberto para maiores de 25 anos para dose de reforço

O autoagendamento da dose de reforço da vacina contra a covid-19 está disponível, desde hoje, para pessoas com 25 ou mais anos no portal das marcações `online´ da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Publicado

em

Por

 O autoagendamento da dose de reforço da vacina contra a covid-19 está disponível, desde hoje, para pessoas com 25 ou mais anos no portal das marcações `online´ da Direção-Geral da Saúde (DGS).

A marcação para o reforço da imunização contra o coronavírus SARS-CoV-2 para quem completou a vacinação primária e não tenha sido infetado há menos de cinco meses estava disponível para maiores de 30 anos desde domingo, tendo sido aberto hoje para as pessoas com 25 ou mais anos.

O portal do autoagendamento permite também marcações de pessoas com 50 ou mais anos para dose de reforço contra a covid-19 e para a vacina contra a gripe em simultâneo, assim como para quem tem mais de 18 anos e foi vacinado com a Janssen há pelo menos 90 dias.

Segundo dados de segunda-feira da DGS, mais de 4,4 milhões de pessoas já receberam a dose de reforço em Portugal, quase 8,8 milhões têm a vacinação primária completa e mais 300 mil crianças entre os cinco e os 11 anos foram vacinadas com a primeira dose.

A covid-19 provocou 5.602.767 mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 19.661 pessoas e foram contabilizados 2.312.240 casos de infeção, segundo a última atualização da Direção-Geral da Saúde.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também