O Desportivo das Aves recebeu e venceu hoje o Trofense, último classificado da Liga2 Cabovisão, por 4-1, num jogo da nona jornada em que os locais estiveram mais de 30 minutos em superioridade numérica.

A equipa da casa justificou o triunfo, mas o resultado foi demasiado pesado para a formação da Trofa, que se viu em desvantagem logo aos quatro minutos, com um golo de João Paulo II, a concluir triangulação com Jaime Poulsen e Pedro Pereira.

O início prometedor dos locais podia ter ganho maior expressão dois minutos depois, mas o avançado do Aves, em boa posição na área, falhou o ”bis”, com um remate por cima. 
O Trofense, que procurava evitar a terceira derrota consecutiva, tentava responder, sob a batuta de Hélder Sousa, mas a eficácia no ataque era nula: Viafara falhou o desvio, aos 14 minutos, e Maicon Assis, de forma ainda mais escandalosa, perdoou o empate, aos 39. 

Quem não marca arrisca-se a sofrer e, já nos descontos da primeira parte, Jaime Poulsen saltou na pequena área e desviou um centro da esquerda para o fundo das redes, reforçando a vantagem dos anfitriões.

A qualidade do jogo raramente agradou aos presentes, entre os quais o técnico do FC Porto e ex-responsável do Aves, Paulo Fonseca, mas Preciado, à terceira tentativa, reduziu para o Trofense, aos 55 minutos, três antes de Luiz Alberto cometer uma falta imprudente e ser expulso, por acumulação de amarelos.

Para agravar a situação do Trofense, no minuto seguinte, Hélder Sousa, desatento, derrubou Jaime Poulsen na área e, na conversão da respetiva grande penalidade, Pedro Pereira recolocou dois golos na vantagem do Aves. 

A partir daqui, a intranquilidade que se esperava no Trofense tomou conta dos locais e, perante o desagrado dos adeptos, foram os visitantes a mandar no jogo, ainda que sem levarem grande perigo à baliza de Quim, que, só por uma vez, aos 70 minutos, teve trabalho a sério para evitar o segundo golo do Trofense.

Na fase final do encontro, os locais, em contra-ataque, estabeleceram o resultado final, por Andrew. Com esta vitória, a segunda consecutiva no campeonato, o Aves ascendeu ao 12.º lugar, agora com 12 pontos, enquanto o Trofense afundou-se ainda mais no último lugar, com quatro.