Com a chegada do mês de Dezembro, fazem-se sentir os primeiros indícios de que 2020 está mesmo à porta. Se sente que a próximo ano pode trazer-lhe boa sorte, nós recomendamos que experimente o novo jogo favorito dos portugueses: o poker. Ao contrário do que afirmam velhos preconceitos, o poker não é mais um poeirento jogo de cartas em que homens solitários esbanjam fortunas com base numa boa combinação. Num momento em que o mais popular jogo de casino do mundo se apresenta cada vez mais seguro e evoluído, deixamos-lhe 5 boas razões para começar a jogar poker em 2020.

1: O poker é um jogo cada vez mais sério

Existem várias maneiras de jogar poker e inúmeras plataformas – reais e digitais – associadas ao mais famoso jogo de cartas do mundo. Ao mais alto nível da modalidade, o poker já é jogado como um desporto sério e oficial. De resto, o poker é desde 2017 reconhecido como um verdadeiro desporto, e discussões em torno de uma possível participação olímpica em 2024 são cada vez mais comuns. Como acontece com a maior parte das modalidades profissionais, as competições oficiais de poker são reguladas por uma organização internacional, os melhores jogadores são idolatrados pelos fãs, e o número de serviços complementares – como o coaching (aulas de poker) e as tecnologias de associação (incluindo HUDs) – está em constante evolução. Em torno de um renovado mundo do poker existe ainda uma grande comunidade, activa principalmente online, que se dedica a comentar, participar, ou simplesmente a assistir às melhores competições e eventos.

2: Os portugueses adoram jogar poker

Quando na nossa introdução nos referimos ao poker como ‘o novo jogo favorito dos portugueses‘ não estávamos a falar à sorte. Afinal, o poker tem crescido imenso no nosso país nos últimos anos, motivado fundamentalmente pelo crescente número de serviços digitais. Os portugueses não só adoram jogar poker com os amigos de forma tranquila como estão mesmo a aprender a rivalizar com os melhores jogadores do mundo. O número de profissionais não pára de aumentar, prevendo-se que actualmente exista cerca de uma centena de portugueses 100% dedicados ao poker enquanto actividade profissional prioritária. Os resultados estão à vista de todos: Diogo Veiga já ganhou uma bracelete de ouro no WSOP (World Series of Poker) e jogadores como João Vieira e João Barbosa têm vindo a fazer nome no estrangeiro e angariar fortunas com boas participações em torneios do circuito europeu.

3: Os casinos portugueses têm vindo a apostar cada vez mais no poker

A Trofa pode ainda não ter o seu próprio casino, mas encontra-se numa privilegiada posição de acesso relativamente aos casinos da Póvoa e de Espinho. Lá, como na maior parte dos grandes estabelecimentos de jogos de sorte e azar portugueses, a aposta no poker tem vindo a dar frutos e a atrair novos clientes. Se já é jogador amador de poker e procura um desafio que seja simultaneamente competitivo e acessível, os torneios do Solverde Poker Season podem ser a resposta ideal. Este circuito 100% nacional de poker passa pela maior parte dos casinos portugueses, e o buy-in (preço de acesso ao torneio) está bastante em conta. Se procura conhecer de perto a comunidade lusitana de poker, passar pelos Casinos da Póvoa ou de Espinho poder ser a forma mais rápida de fazer novos amigos e de aprender novos truques para dominar na mesa de jogo.

4: Jogar poker online é cada vez mais seguro

Os tempos de anarquia relativos ao poker online em Portugal acabaram há vários anos. A partir de 2015, todos os serviços digitais de jogos de sorte ou azar passaram a ser cuidadosamente licenciados pela SRIJ (Serviço de Regulação e Inspecção de Jogos). A lista de sites legais para jogar em Portugal diminuiu muito, mas aqueles que ficaram – como o recém-chegado 888 Poker – têm agora um selo de qualidade e principalmente uma certificação de segurança. Se deseja jogar poker através da Internet, não deixe que o receio seja um factor em conta. Procure um dos serviços digitais licenciados e inscreva-se. Existem bónus bastante apelativos para ajudar os novos jogadores a fazer boas primeiras partidas e ainda uma comunidade online dedicada a aconselhá-lo e a ajudá-lo a ser melhor jogador. Lembre-se apenas de ser responsável com as suas apostas e de que o principal objectivo passa por passar um bom tempo a jogar.

5: Não é tudo acerca de sorte

Os jogos de casino, e em especial aqueles que envolvem apostas de dinheiro, podem ser demasiado fundamentados na sorte para o gosto de alguns jogadores. No caso do poker, no entanto, a sorte é mais um factor complementar do que uma parte fundamental do jogo. Sim, a sorte tem um papel fulcral e decisivo, como acontece com qualquer jogo de cartas. Mas aquilo que dita quem será o vencedor não é a sorte, mas sim a habilidade do jogador. Visto à luz dos seus componentes técnicos e estratégicos, o poker pode ser um jogo fascinante, principalmente se se deixar envolver pela sua profundidade