22
Wed, Nov
8 New Articles

Edição 642

No passado sábado, a Associação para a Protecção do Vale do Coronado (APVC) deu um salto (de gafanhoto) ao mui aconselhável Parque da Devesa, em Vila Nova de Famalicão. Motivo: o encontro «Acção Ecológica, Transição Sustentável e Regeneração». Mote: enfrentar “problemas decisivos para o nosso futuro comum, como são os do território, da preservação dos nossos recursos naturais, da qualidade de vida, da energia, do clima e de uma economia sustentável”. Da nossa parte, desde 2007, sempre alerta – e a bulir!
Entretanto, cá pelo Coronado, a quarta edição da ZURRA – Festa do Burro já lá vai (17 de Setembro) e, mais uma vez, contribuiu para um mundo mais sustentável e harmonioso; ao mesmo tempo, é pioneira no concelho: potencia o Turismo de Natureza e de âmbito Rural, mas também o Turismo Cultural. Sobremesa: e não é que a coisa tem continuidade até ao mês anterior a Dezembro. É a chamada multiplicação por esporos! Assim, até 5 de Novembro, aos sábados e domingos, a “segunda parte” da ZURRA 2017 promoverá diferentes perspectivas sobre a Arte, a Natureza e a Ruralidade, com um ciclo de Visitas Guiadas à CortinhArte. Grupos, escolas e público em geral terão oportunidade de conhecer as obras/instalações dos sete artistas plásticos convidados. Visitas sob marcação. Inscreva-se!
A propósito, Catarina Rosendo deixou-nos um apelativo testemunho: «A edição de 2017 da CortinhArte é, desde que foi criada, a mais ambiciosa de todas, mobilizando um conjunto maior de artistas para intervir e expor no Vale do Coronado. Os artistas participantes são Avelino Leite, deVelasco, Manuel Dias, Martinha Maia, Pascal Ferreira e Zulmiro de Carvalho, todos eles com alguma ligação à Vila do Coronado, seja por aí terem nascido e viverem ou por há muito estarem familiarizados com a identidade cultural e paisagística da região. Trazendo as suas obras para o Coronado ou criando-as de raiz no local a partir das matérias e materiais aí existentes, as obras destes artistas acrescentam-se, este ano, às obras de Alberto Carneiro e Manuel Dias que foram realizadas para a edição de 2016 e que ainda aí permanecem, naquela que é uma excelente ocasião para apreciar a acção dos elementos naturais sobre o trabalho humano. CortinhArte é um programa anual de artes visuais dirigido para a realização de intervenções artísticas na paisagem e em ambiente rural. Tem coordenação artística de Domingos Fonseca e está integrado na ZURRA – Festa do Burro. O programa cultural, patrimonial e agro-ecológico da ZURRA inclui acções com vista à dignificação do Burro».
Se gosta de Burros e de Arte – e se também quer esquecer o “business as usual” habitual –, visite-nos, numa cortinha, algures no Coronado, ali para os lados da centenária Poça Nova.
Três dias após o fecho de portas do dia oficial da ZURRA 2017, os voluntários APVC efectuaram a recolha da publicidade e sinalética do evento. Divulgação feita, limpeza urgente! Que sirva de desafio para take-away de poços e minas, expo-noivos, câmaras municipais, juntas de freguesia, colectividades das jolas-e-dos-rojões e tudo-à-volta que, não raras vezes, esquecem que até mesmo uma simples acção de marketing de cartazes e lonas também deveria ter um “the end” ambientalmente sustentável.
Olhando para o carnavalesco cenário de ruas e rotundas, fica o alerta: caríssimos Senhores da Campanha Autárquica 2017, vá lá – e isto é para Todos –, está na horinha de remover outdoors, lonas, pendões e outros ramalhetes político-partidários. O ambiente agradece! A passar em rodapé: caríssimos Senhores da Campanha Autárquica 2017, vá lá, está na horinha. Caríssimos Senhores da Campanha Autárquica 2017, vá lá, está na horinha. Caríssimos (…)

Vítor Assunção e Sá | APVC

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. facebook.com/valedocoronado

1ª Pagina

Videos TrofaTV em destaque

 

Siga-nos no facebook

» Farmácia de serviço na Trofa