20
Fri, Oct
5 New Articles

Edição 638

Entrevista a Mário Oliveira, candidato do Movimento Independente por Covelas

 

Mário Oliveira pretende comprar uma carrinha para apoiar pessoas e associações da freguesia e construir um parque infantil e um parque de merendas junto ao rio.

 

O Notícias da Trofa (NT): O que o leva a candidatar-se à freguesia de Covelas?
Mário Oliveira (MO): O que me levou a candidatar foi a convicção de que conseguimos fazer melhor. Sabemos que os recursos não são os que desejávamos, mas ainda assim consideramos que pode ser feito mais pelos covelenses, uma vez que somos um grupo com ideias novas e com vontade de melhorar a nossa terra.
Felizmente, tenho um emprego que me permite ter alguma disponibilidade e, por isso, estarei sempre o mais atento e presente possível e abdicarei de um part time que tenho neste momento de modo a dedicar-me com afinco à freguesia e a estar mais próximo da população.

NT: Quais são os projetos que apresenta para o mandato?
MO: Tenho a consciência de que, por vezes, é mais importante a resolução de um problema à porta de sua casa do que propriamente a realização de uma grande obra. E é precisamente por aí que começaremos, pela proximidade e disponibilidade.
Iremos comprar uma carrinha para apoio às pessoas e associações da freguesia e, a nível de infraestruturas, queremos criar percursos seguros para as pessoas andarem a pé, por exemplo, através da construção de passeios e da limpeza de caminhos. Queremos ainda construir, pelo menos, um parque infantil e um parque de merendas junto ao rio, onde as pessoas possam aproveitar a natureza.

NT: Qual o projeto/área priori-tário(a) caso seja eleito?
MO: A minha grande prioridade é a aproximação à população. Pretendo seguir de perto as obras e projetos da freguesia, assim como estar atento às necessidades dos que mais precisam. O nosso objetivo é estar próximo de todos os covelenses sem exceção.

NT: Quais as principais carências da freguesia?
MO: Eu apontaria a falta de segurança rodoviária para os peões, uma vez que as pessoas têm o hábito de andar a pé e não têm sinalização nem passeios suficientes.
Para além disso, a falta de saneamento, água e internet por fibra impedem a fixação de famílias e empresas na nossa freguesia. Os nossos idosos carecem de um local de convívio e preenchimento dos tempos livres.

NT: Considera importante que a Câmara e a Junta de Freguesia sejam governadas pelo mesmo partido político? Porquê?
MO: Não considero que seja de grande importância, particularmente no nosso caso que somos um movimento independente. Acredito que todos queremos o melhor para a freguesia e para o concelho, por isso, com diálogo, não acredito que haja entraves, nem um tratamento diferenciado.

NT: Quais as obras que considera mais urgentes a serem realizadas pela Câmara Municipal?
MO: No âmbito da nossa freguesia, é a conclusão do saneamento e da água. No âmbito concelhio, a construção dos paços de concelho, para que os serviços sejam centralizados e simplificados, e a construção da variante, que ao passar na nossa freguesia terá de melhorar as nossas acessibilidades para atrair mais pessoas e empresas.

NT: Como avalia a evolução da freguesia ao longo dos 18 anos do Município da Trofa?
MO: Consideramos que tem sido positiva. Houve um melhoramento significativo a nível de infraestruturas, que foram conseguidas com uma gestão rigorosa e com o apoio da Câmara. Não podemos negar que tem sido dada mais importância à freguesia do que quando pertencíamos a Santo Tirso e com a minha candidatura pretendo dar continuidade a essa evolução e tornar Covelas uma freguesia apelativa.

1ª Pagina

Videos TrofaTV em destaque

Siga-nos no facebook

» Farmácia de serviço na Trofa