20
Fri, Oct
5 New Articles

Edição 638

Entrevista a Hugo Devezas, candidato da CDU à freguesia de Covelas

 

O progresso da freguesia de Covelas é o projeto prioritário da candidatura de Hugo Devezas, que se candidata pela CDU.

O Notícias da Trofa (NT): O que o leva a candidatar-se à freguesia de Covelas?
Hugo Devezas (HD): Uma profunda ligação à terra, aos seus costumes e tradições e à sua ligação ímpar com a natureza. Mais do que isso, a força e a confiança transmitida pelos Covelenses que confiaram em mim para liderar a lista à assembleia de freguesia de Covelas pela CDU. Acreditar na mudança numa freguesia que tem tomado um rumo de desertificação e abandono, sabendo que no poder local onde é eleita uma voz da CDU pode-se contar com debate sério, transparência e rigor, e uma oposição forte em defesa das populações e dos trabalhadores.

NT: Quais são os projetos que apresenta para o mandato?
HD: Com o contacto com as pessoas e as empresas, compreendemos as necessidades e as carências dos habitantes de Covelas, trançando projetos ajustados à realidade da freguesia.
Ser a maior freguesia em área, e, no entanto, a menos povoada. Medidas de atração de população realistas e eficientes são possíveis em Covelas, mas apenas se suportadas por um melhor sistema de transportes interfreguesias e suporte às pequenas e médias empresas familiares e agrícolas, que compõem grande parte do tecido de Covelas, criando mais emprego.

NT: Qual o projeto/área prio-ritário(a) caso seja eleito?
HD: Investimento na diversificação do tipo de negócios em Covelas. As políticas de destruição da agricultura familiar, a ausência de políticas de apoio ao desenvolvimento da agricultura e a Lei da Eucaliptização levaram à hegemonia do eucalipto, um rastilho de problemas expresso nos incêndios recorrentes todos os anos na freguesia de Covelas. Tem de se investir noutras formas de subsistência, revitalizando a economia local da freguesia.

NT: Quais as principais carências da freguesia?
HD: Um dos principais problemas da freguesia é o dos transportes, situação que se torna evidente na dificuldade de as pessoas mais idosas se deslocarem, particularmente, para consultas médicas noutras freguesias do concelho.

NT: Considera importante que a Câmara e a Junta de Freguesia sejam governadas pelo mesmo partido político? Porquê?
HD: Não. É uma relação de trabalho entre a Câmara e as Juntas de Freguesia, que na posição da CDU é pautada de rigor, competência e transparência. Nunca tomando em benefício próprio, mas sim dando em desenvolvimento das freguesias e do concelho. Por isso, podem ser governadas por diferentes partidos políticos, desde que tenham como objetivo o desenvolvimento da Trofa e a melhoria das condições de vida de todos os Trofenses.

NT: Quais as obras que considera mais urgentes a serem realizadas pela Câmara Municipal?
HD: A variante à Estrada Nacional 14 ou outras obras tal como o metro até à Trofa e a rotunda da Carriça são vitais para o desenvolvimento futuro do concelho e uma resposta às necessidades das populações da Trofa.
Argumentar que estas obras não estão na alçada da Câmara Municipal é atirar areia para os olhos dos Trofenses, pois mais pressão então deveria ser feita sobre o Governo Central para desbloquear os fundos, acelerar os processos, pois os estudos já estão feitos há anos, mas, no entanto, nada se concretiza.

NT: Como avalia a evolução da freguesia ao longo dos 18 anos do Município da Trofa?
HD: A evolução da freguesia de Covelas ao longo dos últimos 18 anos foi de clara estagnação. De crescente desertificação, abandono e emigração. Falta de emprego e economia local e crescentemente renunciada a segunda categoria. Covelas precisa de uma liderança forte, jovem e com ideias diferentes, mas que conheça os seus problemas e as suas gentes e, acima de tudo, que tenha vontade de mudar, que é uma coisa que não tem acontecido muito em Covelas.

1ª Pagina

Videos TrofaTV em destaque

Siga-nos no facebook

» Farmácia de serviço na Trofa