25
Tue, Jul
9 New Articles

Edição 631

“Eu divido os meus medos ao multiplicar os riscos, somando pontes ao subtrair paredes”. A frase é do artista Sean Hart e reflete a cor que com muitos artistas têm dado às cidades. O conceito de arte urbana está na moda e a Trofa não é exceção. A casa/escola da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Trofa vai ver uma das suas fachadas completamente transformada.

Entre pincéis e latas de spray, o que agora está sem cor nem conteúdo vai transformar-se num mural comunitário colorido e com uma mensagem. Os autores vieram de Lisboa e vão estar por estes dias a trabalhar na torre. Logo à chegada estiveram em contacto com os jovens trofenses, num workshop que se realizou nas instalações dos bombeiros, a 11 de julho.
Duarte Santos tem 15 anos, vive na Trofa e foi um dos 24 jovens que se inscreveu na sessão, que tinha como objetivo sensibilizar os jovens para a dificuldade e valor deste tipo de arte. “Gostei muito. Foi uma atividade enriquecedora”, afirmou.
André Nada e Bruno Casanova são os autores que fizeram explodir cores em pinceladas numa das paredes do quartel com a ajuda dos 24 aprendizes. Quanto ao talento trofense, Bruno Casanova ficou “impressionado” com a habilidade “de dois ou três jovens”. André e Bruno vão também assinar o mural que está prestes a ganhar cor e vida.

 

Leia a reportagem na íntegra na edição n.º 631 do jornal O Notícias da Trofa 

1ª Pagina

Videos TrofaTV em destaque

Siga-nos no facebook

» Farmácia de serviço na Trofa