12
Tue, Dec
15 New Articles

Edição 497



Vinte e um atletas representaram a Escola Life Combat no Campeonato Regional de Kickboxing da zona Norte, que se realizou em Guimarães, nos dias 8 e 9 de novembro.

“Os resultados foram excelentes sendo que todos os atletas conseguiram o apuramento para o Campeonato Nacional, que se realiza em Albufeira nos dias 6 e 7 de dezembro”. A Escola Life Combat participou no Campeonato Regional com 21 atletas, dos quais 16 fazem parte do Projeto Cross Stars, fruto da parceria com a Delegação da Trofa da Cruz Vermelha Portuguesa, em Albufeira nos dias 6 e 7 de dezembro.
Entre estes atletas, Adriana Jesus (low-kick e Aerokick), Bruno Gouveia (low-kick), Vera Soares (Aerokick), Vanessa Soares (Aerokick e Light-contact), Patrícia Soares (Aerokick e Light-kick), Diana Carvalho (Aerokick e Semi-contact), Carina Ferreira (Aerokick), Mário Barbosa (Semi-contact e Light-contact), Mário Carneiro (Semi-contact), Carina Ferreira (Semi-contact), Artur Pasechinyk (Semi-contact), Tiago Paranhos (Semi-contact), Mário Daniel Martins (Light-kick e Light-contact), João Pereira (Light-kick), Hugo Ferreira (Light-kick e Light-contact) e Érica Ferreira (Light-kick) foram campeões das diversas variantes da modalidade.
Já na variante Full-contact, Ricardo Carvalho sagrou-se vice-campeão e na de semi-contact Alexandre Barbosa, Nuno Pereira, Jorge Areal e Érica Ferreira conquistaram o 2.º lugar. Também Rafael Ferreira foi vice-campeão na variante de Light-kick, assim como Vera Soares e Alexandre Barbosa na variante de light-contact.
Daniela Esteves, presidente da delegação da Trofa da CVP, observa com “muito orgulho” os resultados obtidos pelos atletas do Cross Stars, ressalvando que ao longo do projeto a direção tem “reunido todos os esforços para possibilitar as presenças nas inúmeras provas que decorrem nesta modalidade, garantindo o transporte e alojamento dos atletas, bem como os locais de treino, realização de exames médicos, pagamento de algumas inscrições na federação e seguros desportivos”. “Alguns destes apoios tornam-se possíveis através do projeto Portugal +Feliz, que apoia monetariamente atividades coletivas que promovam a inclusão e diminuição dos fatores de risco dos grupos mais vulneráveis”, contou.
A presidente denotou que já está “a organizar a presença destes atletas para o Campeonato Nacional”, proporcionando “a viagem e estadia na região algarvia”.
Também os treinadores Nádia Barbosa e Luís Ferreira sentem-se “muito orgulhosos dos atletas”. “Começam a faltar adjetivos para classificar o desempenho destes alunos. Treinam com afinco e ambição de querer ganhar sempre mais, sem nunca perder a humildade e o respeito pelo adversário”, acrescentam.
Os treinadores afirmaram que a preparação deste regional foi “muito difícil dada a altura do ano: entre as férias de verão e o início de aulas, na altura de exames”. “Na nossa escola damos prioridade à educação escolar e prova disso é o apoio ao estudo que os nossos alunos têm beneficiado sem qualquer custo. Os atletas beneficiam ainda de apoio psicológico sempre que necessário, uma vez que Nádia Barbosa é Psicóloga”, contam.
Embora as duas áreas tenham “um papel importante no crescimento destes alunos”, os treinadores denotam que “a competição fica em segundo plano”. “A cultura de treino implementada na Life Combat e que antes de integrarem este projeto estes jovens não tinham, começa agora a revelar-se fundamental para o seu dia a dia. Atualmente são atletas respeitadores, cumprido-res de horários, disciplinados, emocionalmente estáveis, com espírito de equipa e socialmente cada vez mais inseridos”, concluíram.



Vinte e um atletas representaram a Escola Life Combat no Campeonato Regional de Kickboxing da zona Norte, que se realizou em Guimarães, nos dias 8 e 9 de novembro.

“Os resultados foram excelentes sendo que todos os atletas conseguiram o apuramento para o Campeonato Nacional, que se realiza em Albufeira nos dias 6 e 7 de dezembro”. A Escola Life Combat participou no Campeonato Regional com 21 atletas, dos quais 16 fazem parte do Projeto Cross Stars, fruto da parceria com a Delegação da Trofa da Cruz Vermelha Portuguesa, em Albufeira nos dias 6 e 7 de dezembro.
Entre estes atletas, Adriana Jesus (low-kick e Aerokick), Bruno Gouveia (low-kick), Vera Soares (Aerokick), Vanessa Soares (Aerokick e Light-contact), Patrícia Soares (Aerokick e Light-kick), Diana Carvalho (Aerokick e Semi-contact), Carina Ferreira (Aerokick), Mário Barbosa (Semi-contact e Light-contact), Mário Carneiro (Semi-contact), Carina Ferreira (Semi-contact), Artur Pasechinyk (Semi-contact), Tiago Paranhos (Semi-contact), Mário Daniel Martins (Light-kick e Light-contact), João Pereira (Light-kick), Hugo Ferreira (Light-kick e Light-contact) e Érica Ferreira (Light-kick) foram campeões das diversas variantes da modalidade.
Já na variante Full-contact, Ricardo Carvalho sagrou-se vice-campeão e na de semi-contact Alexandre Barbosa, Nuno Pereira, Jorge Areal e Érica Ferreira conquistaram o 2.º lugar. Também Rafael Ferreira foi vice-campeão na variante de Light-kick, assim como Vera Soares e Alexandre Barbosa na variante de light-contact.
Daniela Esteves, presidente da delegação da Trofa da CVP, observa com “muito orgulho” os resultados obtidos pelos atletas do Cross Stars, ressalvando que ao longo do projeto a direção tem “reunido todos os esforços para possibilitar as presenças nas inúmeras provas que decorrem nesta modalidade, garantindo o transporte e alojamento dos atletas, bem como os locais de treino, realização de exames médicos, pagamento de algumas inscrições na federação e seguros desportivos”. “Alguns destes apoios tornam-se possíveis através do projeto Portugal +Feliz, que apoia monetariamente atividades coletivas que promovam a inclusão e diminuição dos fatores de risco dos grupos mais vulneráveis”, contou.
A presidente denotou que já está “a organizar a presença destes atletas para o Campeonato Nacional”, proporcionando “a viagem e estadia na região algarvia”.
Também os treinadores Nádia Barbosa e Luís Ferreira sentem-se “muito orgulhosos dos atletas”. “Começam a faltar adjetivos para classificar o desempenho destes alunos. Treinam com afinco e ambição de querer ganhar sempre mais, sem nunca perder a humildade e o respeito pelo adversário”, acrescentam.
Os treinadores afirmaram que a preparação deste regional foi “muito difícil dada a altura do ano: entre as férias de verão e o início de aulas, na altura de exames”. “Na nossa escola damos prioridade à educação escolar e prova disso é o apoio ao estudo que os nossos alunos têm beneficiado sem qualquer custo. Os atletas beneficiam ainda de apoio psicológico sempre que necessário, uma vez que Nádia Barbosa é Psicóloga”, contam.
Embora as duas áreas tenham “um papel importante no crescimento destes alunos”, os treinadores denotam que “a competição fica em segundo plano”. “A cultura de treino implementada na Life Combat e que antes de integrarem este projeto estes jovens não tinham, começa agora a revelar-se fundamental para o seu dia a dia. Atualmente são atletas respeitadores, cumprido-res de horários, disciplinados, emocionalmente estáveis, com espírito de equipa e socialmente cada vez mais inseridos”, concluíram.

1ª Pagina

Videos TrofaTV em destaque

 

Siga-nos no facebook

» Farmácia de serviço na Trofa